Valores do Bolsa Família mudam a partir de abril; saiba mais aqui

O primeiro é no valor de R$ 150 para as famílias com apenas uma pessoa

Capitalist


Segurados do Bolsa Família terão reajuste orçamentário a partir de abril. Na última semana, o governo federal confirmou que irá conceder uma nova rodada do auxílio emergencial. O projeto, por sua vez, incluirá não só os brasileiros desempregados ao longo dos últimos meses, como também os beneficiários do projeto. A seguir, acompanhe o valor do acréscimo.

Uma nova rodada do auxílio emergencial está prestes a começar e beneficiará a população vinculada ao Bolsa Família. Para esse grupo, o programa resultará no acréscimo de aproximadamente R$ 100 a depender da situação de cadastro. O valor mínimo a ser ofertado é de R$ 150 e o máximo ficará em R$ 375.

Bolsa família

De acordo com as declarações o governo federal, a nova rodada do auxílio emergencial funcionará em três grupos distintos:

O primeiro é no valor de R$ 150 para as famílias com apenas uma pessoa, ou seja, não há a inclusão do Bolsa Família tendo em vista a necessidade de uma configuração familiar;

O segundo terá o valor de R$ 250 destinado para as famílias em situação de vulnerabilidade social. Isso implica dizer que, quem receber R$ 190 pelo Bolsa Família poderá ter um acréscimo de R$ 60;

O terceiro e último grupo é de R$ 375 destinado para as mães solteiras, o que incluí as mulheres do BF. Nesse caso, o reajuste também depende do valor já recebido de modo que não ultrapasse o teto informado.

Inscrição para o recebimento

É importante ressaltar que não será necessário fazer algum tipo de inscrição. O ministério da cidadania já está fazendo a triagem dos contemplados de modo que insira diretamente todos que tenham o direito ao complemento.

Isso significa dizer que a população deve apenas aguardar as datas de pagamento de abril para já ter acesso direto aos acréscimos.