Ladrões de banco causam pânico e destruição em Cambará

Quadrilha explodiu três agências e fez ambulantes reféns na madrugada desta terça-feira (6)

Luiz Guilherme Bannwart


Criminosos fortemente armados explodiram três agências bancárias na madrugada desta terça-feira (6), em Cambará, no Norte Pioneiro do Paraná. A quadrilha também danificou outras duas agências durante a tentativa de arrombar os cofres das instituições financeiras e fez dois ambulantes reféns.

De acordo com o Setor de Comunicação Social do 2º Batalhão de Polícia Militar de Jacarezinho, a ação da quadrilha aconteceu por voltas das 3 horas. Testemunhas disseram que os ladrões chegaram em três carros e estavam fortemente armados.

Imagens capturadas por câmeras de segurança instaladas em vários pontos da cidade mostram os criminosos atirando para o alto para intimidar os moradores e evitar a aproximação da polícia. Nos vídeos que circulam nas redes sociais também é possível ouvir barulho de explosões.

Ainda de acordo com a PM, dois ambulantes foram feitos reféns pelos bandidos e obrigados a ajudar a quadrilha na ação. Houve ainda o arrombamento de um posto de combustível e uma loja de calçados, de onde possivelmente os criminosos roubaram dinheiro, e as portas da agência dos Correios também foram danificadas.

Próximo às agências bancárias alvos da quadrilha, os policiais encontraram estojos de munições calibres 9mm, .22, .44 e 12. Foram identificados três veículos usados pelos bandidos: um Renault/Duster, cor branca, uma picape Fiat/Strada e uma caminhonete Mitsubishi, cor preta, que, segundo testemunhas, tinha um tripé fixado na carroceria com uma arma longa de grosso calibre.

As diligências, no entanto, apontam para um número maior de veículos, aproximadamente oito, e entre 15 e 20 criminosos envolvidos na ação. Um artefato explosivo foi encontrado em uma das agências bancárias e foi preciso acionar o Esquadrão Antibombas em Curitiba.

Ainda não há informações sobre supostos valores em dinheiro levados pela quadrilha, bem como da prisão de suspeitos ou feridos. As buscas pelos criminosos foram intensificadas em toda a região.

As agências bancárias alvos da quadrilha orientam para os clientes busquem atendimento em municípios vizinhos até o restabelecimento dos serviços em Cambará.