Tributo ao Amigo Klein

Vicente Estanislau Ribeiro

Faça uma lista de grandes amigos,
Quem você mais via há dez anos atrás,
Quantos você ainda vê todo dia,
Quantos você já não encontra mais…

Essa canção primorosa, de um refino de letra, “A Lista” do grande compositor e cantor Oswaldo Montenegro nos dá uma ideia de sua essência, a perda.
E, foi o que aconteceu na madrugada do dia 20 de março; pois, não se encontra mais entre nós, na lista de grandes amigos.

Amigo esse, advindo de uma prole numerosa e de um berço familiar ditoso, os seus pais Ludovido “Lilico” (Faculdade) e Terezinha (Costureira).
É o terceiro filho do casal duma irmandade de seis irmãos.
Nasceu aqui na Terra de São Sebastião em 29/08/1955, talvez seja o filho mais parecido com o seu genitor, na estatura física e no jeito peculiar de andar.

Seu nome de batismo, João Batista Klein, conhecido por todos como “Klein”.
Estudou em Colégios Públicos e um de seus passatempos preferidos de infância e adulto era a prática do esporte.
Gostava de jogar bola e praticava tênis, inclusive chegou a dar aulas.
Ousado, perspicaz e inteligente, sempre em busca de conhecimento e do saber.
Participou ativamente do grupo de jovens católicos “JAPA”, na Paróquia São Pedro Apóstolo.
Trabalhou como redator na Folha de Londrina pela Sucursal do Norte Pioneiro entre 1976 a 1980.

No Governo de José Richa, assumiu a gerência do Núcleo Regional do Norte Pioneiro da Secretaria de Estado da Indústria e Comércio do Paraná.
Gerenciou num espaço curto de tempo a Rádio Educadora Rural de Jacarezinho.
Graduado pela Faculdade de Direito do Norte Pioneiro, onde exercia a advocacia em Curitiba.
Licenciado em Educação Física, graduado pela FAEFIJA.
Foi Vereador em Jacarezinho pelo PMDB na Legislatura 1983 a 1988 e depois Assessor Parlamentar da Câmara Municipal.

Juntamente com uma equipe de Advogados&Associados, da qual fazia parte, a partir de 2001 beneficiou inúmeras pessoas (contratantes) no Paraná, inclusive em nossa cidade, com a Ação contra a União Federal, restituindo os valores do Empréstimo Compulsório sobre Aquisição de Combustíveis, cobrados pelo Governo Sarney.

Escreveu vários artigos sobre Direitos dos Consumidores.
Autor do livro “A Tarifa de Assinatura Básica e a Legalidade” O Que Você Precisa Saber. (2007) Da Editora JM Livraria Jurídica.

Infelizmente, na família Klein, houve duas grandes perdas, a sua irmã Luiza, do Banestado, faleceu recentemente, quando o próprio irmão não pode vê-la, pois estava internado para fazer uma delicada cirurgia, que requeria cuidados e não teve a evolução e a sorte esperadas por ele e pela família, vindo a óbito aos 65 anos.

Além de uma fraternal amizade entre nós, e de tantas histórias, coisas que ao longo do tempo ficaram marcadas: – quando adolescente, jogávamos bola no terreno de sua casa, no campinho de futebol, – quando passei no vestibular de Direito, ele foi à residência do meu sogro, Bazar do Simão e raspou a minha cabeça, dando a notícia e por último participei ativamente como parceiro na restituição (pagamento) do empréstimo compulsório.

Concluo a singela homenagem ao amigo, com outra letra impecável, “Canção da América” do genial Milton Nascimento.

Amigo é coisa pra se guardar
Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir”

João Batista Klein deixa a viúva Josiane Ugolini Klein, os filhos Murilo e Mayara, os netos Augusto e Otávio.
Descanse na Paz do Senhor!

Vicentinho é Licenciado em História e Bel. em Direito.