Região chega a 343 óbitos por Covid-19

Santo Antônio da Platina lidera número de óbitos, seguido por Ibaiti e Wenceslau Braz

Da Redação


Levantamento da Tribuna do Vale feito junto às prefeituras dos 25 municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) mostra que a região teve 343 mortes por Covid-19 desde o começo da pandemia, que chegou por aqui há quase um ano.

Apesar da dificuldade em estabelecer números exatos pela velocidade com que a pandemia avança e pela diferença de dados entre boletins estaduais e municipais, além da troca de gestões de prefeituras de 2020 para 2021 e a consequente mudança nas formas de divulgação dos dados, estima-se que cerca de 40% destes óbitos aconteceram neste ano.

Conforme é possível ver na tabela, o município com o maior número total de óbitos por Covid-19 é Santo Antônio da Platina, maior população da região e que apresenta o segundo maior número de casos da doença.

Logo, nota-se um índice de mortalidade que preocupa, mediante o registro de positivados da doença. Em se tratando de maior número de casos totais, está Jacarezinho, que tem a segunda maior população da região.

Em meio a crescente de casos e de mortes, o cenário é de extrema preocupação. Os dois hospitais com UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na região, que são o Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina, e a Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho, sofrem com a superlotação dos leitos destinados a pacientes com Covid-19.

Como o cenário se repete em todo Estado – e praticamente em todos os estados brasileiros – conseguir vagas nos hospitais que são referência para o Norte Pioneiro, que no caso são os localizados em Londrina, também tem sido uma dificuldade grande.

Neste cenário de caos na saúde pública, municípios têm buscado soluções alternativas para tentar ao menos amenizar os efeitos da pandemia. Jacarezinho, por exemplo, anunciou nesta semana que implantou o protocolo de tratamento precoce, que consiste em já prescrever a medicação usada no tratamento aos efeitos da Covid-19 em pacientes que apresentaram quaisquer tipos de sintomas.

A avaliação da secretaria municipal de Saúde é que a medida pode inibir casos positivos de evoluírem para necessidade de internação. Os medicamentos utilizados são a azitromicina (antibiótico), dexametasona e paracetamol.

Já Wenceslau Braz adotou novo lockdown devido ao pico de mortes que o município vive em um intervalo de 10 dias para cá, quando foram 15 óbitos registrados. Desta forma apenas atividades essenciais podem ter atendimentos presenciais, como mercados, farmácias e postos de combustível (onde o atendimento deve ser restrito às bombas).

Siqueira Campos, por sua vez, suspendeu novamente o transporte do trabalhador, que são as linhas de transporte coletivo responsáveis por levar operários até as fábricas, localizadas nos distritos industriais.

Paralelamente, 13 municípios da região aderiram ao consórcio nacional que busca a negociação com farmacêuticas para a aquisição de vacinas. São eles: Andirá, Barra do Jacaré, Cambará, Carlópolis, Conselheiro Mairinck, Figueira, Guapirama, Ibaiti, Jacarezinho, Ribeirão do Pinhal, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina e Wenceslau Braz.

MUNICÍPIOCASOSMORTES
Abatiá29905
Andirá1.14734
Barra do Jacaré16402
Cambará1.22318
Carlópolis43506
Conselheiro Mairinck25206
Figueira59517
Guapirama21803
Ibaiti1.46940
Jaboti14703
Jacarezinho3.26430
Japira25005
Joaquim Távora62414
Jundiaí do Sul17007
Pinhalão29906
Quatiguá37605
Ribeirão Claro52913
Ribeirão do Pinhal67611
Salto do Itararé20505
Santana do Itararé26907
Santo Antônio da Platina1.81542
São José da Boa Vista40513
Siqueira Campos80917
Tomazina22703
Wenceslau Braz1.04031