Abono salarial de até R$ 1.100 é antecipado para milhões de trabalhadores

Enquanto o Pasep é pago pelo Banco do Brasil, o PIS está sob responsabilidade da Caixa Econômica Federal. 

Edital Concursos Brasil


Cerca de 8,64 milhões de trabalhadores ainda não resgataram o abono salarial PIS/Pasep calendário 2020-2021. O montante representa R$ 7 bilhões disponibilizados para os pagamentos do benefício sem movimentação pelos trabalhadores de direito.

A maior parte do valor refere-se ao pagamento do PIS, voltado para trabalhadores da iniciativa privada. Isso porque cerca de 8.169.485 contemplados ainda não sacaram o valor aproximado de R$ 6,6 bilhões.

No caso do Pasep, destinado aos servidores da iniciativa pública, o saldo remanescente é de R$ 373 milhões. Ao todo, 447 mil trabalhadores ainda não sacaram o abono salarial do último calendário. Vale destacar que enquanto o Pasep é pago pelo Banco do Brasil, o PIS está sob responsabilidade da Caixa Econômica Federal.

Com o recrudescimento da pandemia de coronavírus, o abono salarial 2020-2021 acabou sendo antecipado este ano em quase um mês. As parcelas previstas para saírem em março, por exemplo, foram reorganizadas para o mês de fevereiro. Mesmo com o pagamento adiantado e todos os lotes liberados, as retiradas ficarão disponíveis até o dia 30 de junho de 2021.