A incrível história de Beka uma cadela doadora de sangue

Animal, integrante do Canil do 2o BPM, participou da   transfusão sanguínea realizada na manhã desta sexta-feira, 5, para salvar a vida de uma cachorrinha

Da Redação com Clínica São Francisco

A cachorra Beka, do Canil do 2º Batalhão da Polícia Militar, participou de um ato de solidariedade na manhã desta sexta-feira, 05, com a doação de sangue para a cachorrinha Dora, que precisava com urgência de uma transfusão sanguínea.

Beka é uma bloodhoundde de cinco anos, especialista em busca de pessoas. Na sua trajetória, ela já participou de várias buscas de sucesso nos 22 municípios da região de abrangência do batalhão.

Beka faz parte do Canil da PM desde os 50 dias de vida, passou por treinamento e, desta vez, sua missão foi um pouco diferente, ajudar o próximo. Esta foi a primeira vez que ela doou sangue na vida, mas outros animais do Canil já passaram por essa experiência de amor.

Saudável, dócil e com peso ideal, Beka pode ajudar a pequena Dora de 5kg que no exame hematológico apresentou alterações preocupantes para sua sobrevida.

A equipe do Canil acompanhou a Beka na doação realizada na Clínica Veterinária São Francisco, em Santo Antônio da Platina, entre eles, os soldados, Otávio Duarte Junior, Thiago Souza da Rosa e Marcelo Henrique de Oliveira.

“É muito gratificante para nós que a Beka possa ajudar outros cães da sociedade. O trabalho dela já é de muita utilidade para o auxílio da PM, e agora ela está podendo contribuir de outra forma”, disseram os policiais.

Dora passou a tarde inteira pelo procedimento de transfusão sanguínea e fará o tratamento necessário para a sua reabilitação