Cornélio Procópio anuncia consórcio para comprar suas próprias vacinas contra a Covid-19

Prefeito Amin Hannouche mobiliza Amunop para a compra de 100 mil doses com recursos dos municípios

Ataíde Cuqui

Reunião na Prefeitura discutiu a iniciativa do município comprar a vacina. Informou que o representante do laboratório disse que só podem atender vendas acima de 100 mil vacinas a um custo menor que o do

O prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche (PSD), manteve reunião na manhã desta segunda-feira (01) com membros da Associação Comercial e Empresarial local (ACECP). O encontro foi para discutir a possibilidade  do município comprar vacinas contra a Covid-19 com seus próprios recursos para agilizar o processo de vacinação da população.

“Estamos tentando ajudar os governos estadual e federal a ampliar a imunização da população procopense e contingenciando recursos de outros setores da administração para que, com eles, ter a oportunidade da aquisição dessas vacinas. É uma tentativa nossa que com certeza vai se estender para todas as associações dos municípios do norte do Paraná”, disse Hannouche em entrevista à Rádio Graúna FM.

Como presidente da Amunop, disse que está mobilizando todos os integrantes da entidade através de telefonemas e mensagens para discutir com eles a possibilidade da aquisição dessas vacinas e fechar um pacote de 100 mil doses. Para o município, como manifestou através de uma carta de intenções divulgada esta manhã, seria da marca Spunik V.

O produto, segundo informou, seria adquirido a um preço mais acessível do que os que vêm sendo pagos pelo governo federal que está adquirindo o produto a 11 dólares e 70 centavos. Na aquisição desse lote em consórcio, o custo,  segundo ele, sairia a $8,70, isto é, $3,00 a menos do que o preço pago pelo governo federal.

“Cada município já está revendo seu próprio orçamento para que possamos remanejar recursos para esse fim. De sobra, nenhum município vai ter, mas pretendemos tirar de outras áreas para auxiliar os governos nessa questão, vacinar mais rapidamente a população e trazer de volta a vida normal. Esse é o nosso objetivo”, complementou.

Disse que, partir de hoje, os municípios da associação já estarão revendo seus orçamentos a fim de remanejar recursos para esse fim. O produto será adquirido em forma de consórcio e a partir da sua aquisição e formalização do contrato, o fornecedor terá 15 dias para entregar o produto e somente após a entrega é que o pagamento será feito. Do lote citado, Cornélio Procópio ficaria com 10 mil doses.