Área de preservação no Residencial Ilha Bela é interditada em Carlópolis

Incorporadora pertencente ao prefeito Hiroshi Kubo realizava obras no local contrariando a legislação ambiental

Da Redação

Imagens de área de preservação permanente sofrendo agressão ambiental no Residencial Ilha Bela, em Carlópolis


O Instituto Água e Terra (IAT), escritório regional de Jacarezinho, interditou uma área de preservação permanente no Residencial Ilha Bela, em Carlópolis, empreendimento de luxo pertencendo ao prefeito da cidade Hiroshi Kubo (PSD).

Denúncias que chegaram ao órgão de fiscalização ambiental apontam que a empresa incorporadora do prefeito estaria realizando obras irregulares nas margens da represa da Hidrelétricas de Chavantes, em área de preservação permanente.

A própria concessionária CTG Brasil, concessionária que explora várias hidrelétricas ao longo do Rio Paranapanema, manifestou sua contrariedade à remoção de solo nas proximidades do reservatório, em área de preservação permanente, já o entorno da represa também e de sua responsabilidade.

O chefe do escritório regional do IAT, Marcos Antonio Pinto, confirmou o embargo da área, mas assinalou que o órgão de fiscalização adotou uma medida preventiva até que se apure efetivamente a ocorrência de dano ambiental e sua extensão.

Ele explicou que local em que a incorporadora começou a remover terras com uma máquina da a entender que ocorreu tentativa de aumentar a profundidade tendo em vista o baixo nível da lâmina d’agua e a dificuldade de atracagem de barcos em função disso.

Outro lado

O prefeito Hiroshi Kubo foi procurado pela reportagem para dar sua versão sobre o fato, mas até o fechamento da edição, não retornou o recado deixado em sua caixa postal do whatsapp, o mesmo ocorrendo em relação à matéria jornalística sobre a denúncia veiculada na edição de quarta-feira (24) sobre uso irregular de veículo oficial do gabinete da prefeitura de Carlópolis.

Municípios de abrangência IAT

Além de Jacarezinho, sede do Instituto Água e Terra (IAT), fazem parte da parte da área de abrangência do órgão os municípios de Barra do Jacaré, Cambará, Carlópolis, Conselheiro Mairinck, Curiúva, Figueira, Guapirama, Ibaiti, Jaboti, Japira, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Pinhalão, Quatiguá, Ribeirão Claro, Salto do Itararé, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina, São José da Boa Vista, Siqueira Campos, Tomazina e Wenceslau Braz.