Hiroshi é flagrado em passeio com carro oficial em litoral catarinense

Prefeito de Carlópolis retirou diária para viagem à Curitiba, mas foi flagrado em Camboriú (SC), onde levou multa por excesso de velocidade

Da Redação

Prefeito Hiroshi pode enfrentar processos na área cível e criminal

O Prefeito de Carlópolis, Norte Pioneiro do estado Hiroshi Kubo (PSD), foi flagrado com o veículo oficial do município, um Jeep-Compass, na cidade turística e praiana de Balneário Camboriú – SC, no dia 16 de janeiro deste ano, um sábado, ocasião em que recebeu uma multa por excesso de velocidade, superior à máxima permitida em até 20%, na Avenida do Estado, à altura da Casa Hall Shopping, centro da cidade, infringindo, assim, o disposto no art. 218, inciso I, do Código de Trânsito Brasileiro.

O que causa estranheza é que Hiroshi Kubo não tinha agenda oficial no turístico município de Santa Catarina bem como que a multa foi aplicada em pleno sábado, ou seja, final de semana, quando as repartições públicas não funcionam.


REVANAM DO VEÍCULO JEPP/COMPASS PARA CERTIFICAR NO SITE DO DETRAN A AUTENTICIDADE DA MULTA: 0115481667-0

Mais estranho ainda é o fato de que, em consulta ao Portal da Transparência do Município de Carlópolis, foi constatado que o prefeito solicitou e recebeu diária no valor de R$ 491,40 para tratar supostamente de assuntos de interesse do município na cidade de Curitiba, com saída da viagem em 17/01/2021 – domingo – e retorno em 18/01/2021 – segunda-feira.

No entanto, Hiroshi Kubo, usando do dinheiro público e do veículo oficial do município, resolveu dar uma “esticadinha” ao belo litoral catarinense para curtir o final de semana em Balneário de Camboriú, quando foi flagrado pelas autoridades catarinense cometendo infração de trânsito.

 Documento extraído do Portal da Transparência atesta a retirada de diária para viagem à Curitiba

Punição

A reportagem da Tribuna do Vale consultou um advogado da região para saber as possíveis consequências jurídicas que podem ser impostas ao prefeito em razão de ter sido flagrado com o veículo oficial do Município de Carlópolis no litoral catarinense. O jurista esclareceu que Hiroshi Kubo, no âmbito cível, cometeu ilícito de improbidade administrativa por ter causado lesão ao erário, sendo provável que irá responder a uma Ação Civil Pública, a qual, inclusive, pode levar a suspensão dos seus direitos políticos e perda da função pública, ou seja, do cargo de prefeito, além de ter que reparar o erário.

Já no âmbito criminal, Hiroshi Kubo pode responder pelo crime de utilizar indevidamente, em proveito próprio, bens da administração pública, crime previsto no art. 1º, inciso II, do Decreto Lei nº 201/1.967, que trata dos crimes de responsabilidade dos prefeitos.

Por fim, vale ainda ressaltar que, no âmbito eleitoral, Hiroshi Kubo já responde por duas ações em decorrência de ilicitudes cometidas no último pleito municipal, as quais também podem levar a cassação de seu mandado de prefeito municipal. Dias difíceis para quem se intitula como salvador do Município de Carlópolis/PR, ante as inúmeras irregularidades praticadas no âmbito cível, penal e eleitoral nos últimos tempos.

OUTRO LADO

O prefeito de Carlópolis, Hiroshi Kubo foi procurado pela reportagem da Tribuna do Vale para comentar o flagrante com o carro oficial no litoral catarinense. Em mensagem pelo wattsapp o político disse que enviaria seus esclarecimentos, assim como documentos, à redação do jornal que comprovariam que ele não cometeu qualquer irregularidade no exercício do cargo.

No entanto, a reportagem aguardou até ás 18 horas o retorno do prefeito com suas justificativas e documentos, o que não aconteceu até o fechamento da reportagem e consequente edição.