Câmara de Vereadores de Cornélio Procópio fecha após casos de contaminações pela doença

Casa ficará fechada por 15 dias e trabalhos serão feitos de forma remota

Ataíde Cuqui

Foto: Bonfim: Trabalhos legislativos serão à distância por pelo menos 15 dias.

A Câmara dos Vereadores de Cornélio Procópio ficará fechada por pelo menos quinze dias após a constatação de casos de Covid-19 na sede do Legislativo. A notícia foi divulgada na manhã desta sexta-feira (19) pelo vereador e secretário da câmara, Carlos Bonfim, através de seu perfil no Facebook.

Disse que há pelo menos dois casos confirmados com a doença: o de um dos vereadores que testou positivo e outro com um dos assessores que, inclusive, já está internado, além de outros que aguardam resultado de exames. As constatações motivaram a direção a optar pelo  fechamento.

“Face à situação, o presidente, Helvécio Alves Badaró, e nós da mesa diretiva achamos por bem fecharmos a câmara nesta semana que vem.  O trabalho não para, mas o atendimento no prédio estará suspenso”, informou Bonfim sem divulgar, entretanto, os nomes do vereador e do assessor que contraíram a doença.  

Disse que, pelos próximos quinze dias de fechamento da Câmara, as sessões e os trabalhos legislativos seguirão  sendo realizados à distância, por meio de canais remotos, (TV Câmara), oferecendo o atendimento necessário à população por meio de suas redes sociais.

Situação da doença

Enquanto isso, a doença segue em alta no município que já contabiliza 46 óbitos registrados desde o início da pandemia. O boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira indica que o número de casos positivos, que na quinta-feira somava 2.311, subiu para 2.367, indicando um aumento de 56 novos casos em apenas 24 horas.

Como invariavelmente em ocorrido, praticamente desde o início da doença, o hospital de referência do município segue com sua capacidade máxima tomada. Nele, 10 pacientes seguem recebendo tratamento, 05 em UTIs e o restante em enfermaria. Pelo boletim, existem 177 pessoas sob observação e 943 em monitoramento. Os casos ativos somam 238.