Governo libera pagamento do auxílio emergencial para mais 196 mil beneficiários

Cidadãos que fizeram a contestação dos recursos em novembro e dezembro ou tiveram o pagamento reavaliado fazem parte do grupo de contemplados.

Edital Concurso Brasil


Um total de 196 mil brasileiros receberão o auxílio emergencial a partir da próxima quinta-feira, 28.  De acordo com o calendário do Ministério da Cidadania, trata-se dos grupos de beneficiários que fizeram contestação ou que tiveram o pagamento reavaliado.

Ao todo, são R$ 248,6 milhões em recursos. Os contemplados receberão às parcelas a que têm direito de uma só vez. O dinheiro estará disponível tanto para transferências e pagamentos quanto para saques em espécie. Veja quem vai receber a seguir:

  • Cidadãos que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 – total de 191 mil pessoas;
  • Cidadãos que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021, em virtude das atualizações de dados governamentais – total de 5 mil pessoas.

Para consultar a situação do benefício, os trabalhadores podem acessar o site auxilio.caixa.gov.br ou o aplicativo do programa.

Liberação do dinheiro

O Ministério da Cidadania confirmou os repasses do auxílio emergencial para 196 mil trabalhadores, dos quais:

  • Grupo de 8,3 mil receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do auxílio emergencial
  • Grupo de 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas.
  • Grupo de 68,1 mil terão direito à quarta e à quinta parcelas.
  • Grupo de 78,3 mil vão receber somente a quinta parcela.

Em relação aos créditos de quem recebeu conforme o calendário regular, as últimas parcelas foram pagas no dia 29 de dezembro via conta poupança social digital, com movimentações pelo aplicativo Caixa Tem. Já em relação aos saques e transferências, o processo termina nesta quinta-feira, 27.

Veja a seguir o calendário referente aos ciclos 5 e 6:

Mês de aniversárioDepósito ciclo 5Depósito ciclo 6Saques
Janeiro22/nov13/dez19/dez
Fevereiro23/nov13/dez19/dez
Março25/nov14/dez4/jan
Abril27/nov16/dez6/jan
Maio29/nov17/dez11/jan
Junho30/nov18/dez13/jan
Julho2/dez20/dez15/jan
Agosto4/dez20/dez18/jan
Setembro6/dez21/dez20/jan
Outubro9/dez23/dez22/jan
Novembro11/dez28/dez25/jan
Dezembro12/dez29/dez27/jan

Fonte: Diário Oficial da União

Sem confirmação de uma nova prorrogação para 2021, o auxílio emergencial ajudou 68 milhões de trabalhadores, 32,2% da população e cerca de 40% das residências. De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, o benefício, como o próprio nome já diz, é emergencial, e que a capacidade de endividamento do país já “está no limite”.