Vereador pede ligação de poço artesiano parado há cinco anos

Parlamentar usou as redes sociais para manifestar indignação e pedir por mais atenção à zona rural

Da Redação

Vereador denuncia falta de água mesmo com projeto do poço finalizado
CRÉDITO: Reprodução

O vereador Fernando da Cunha Fiats, de Joaquim Távora, popularmente conhecido como “Fernandinho do Gás”, gravou dois vídeos nas redes sociais para pedir a ligação do poço artesiano construído há quase cinco anos e que nunca entrou em funcionamento.

Segundo o parlamentar, o local denominado “Ceboleiro”, fica na estrada de acesso aos bairros rurais Juá e Cruzeiro. O poço artesiano foi perfurado, mas até agora não foi liberada a água para abastecer as comunidades rurais.  “Vou fazer uma indicação ao prefeito e Sanepar para resolver a situação dos moradores da zona rural”, comenta.

Dias depois, o vereador voltou as redes sociais para informar seus seguidores e eleitores que descobriu uma pilha de canos que estão parados por falta de instalação. “Os canos estão ao relento, se deteriorando e o povo sem água. Vou levar isso ao conhecimento do prefeito para tentar sanar esse problema dos moradores com o máximo de urgência”, declarou.

O parlamentar ganhou o apoio dos internautas pela atuação no Legislativo como agente fiscalizador. Nas postagens, vários perfis comentaram sobre a falta de análise da água, mas outra internauta rebate, alegando que não entrou em funcionamento até o momento porque não foi realizada a compra da bomba d’água.

Segundo relatos, a comunidade passa dificuldade diária com falta de água, precisando se deslocar para abastecer as residências. “Tem que buscar água para beber e fazer demais atividades domésticas e de trabalho”, disse um dos internautas.

A equipe de reportagem da Tribuna do Vale tentou contato com a Prefeitura de Joaquim Távora, mas em virtude do fechamento do expediente às 17h, não obteve êxito.