Região começa vacinação contra Covid-19

Foram 3,4 mil doses da vacina, que já começou a ser aplicada ainda nesta terça-feira 

Da Redação 

Crédito das fotos: Antônio de Picolli

Grande parte dos municípios da região deu início à vacinação contra a Covid-19 ainda na tarde de ontem (19), assim que as doses da vacina enviadas pelo governo do Estado chegaram ao Norte Pioneiro.

Foram 3,4 mil doses recebidas pela 19ª Regional de Saúde, com sede em Jacarezinho, que fez o repasse a cada prefeitura de acordo com a população. A vacina chegou ao órgão por volta das 14h30 e em poucos minutos equipes das secretarias municipais de saúde começaram a fazer a retirada de suas respectivas cotas.

O número de doses foi inferior ao anunciado antecipadamente, que previa à Regional de Saúde de Jacarezinho o total de 6,5 mil. Entretanto, um problema de logística do governo federal acabou por obrigar o Estado a reduzir o repasse por não haver número suficiente de vacinas conforme o planejamento inicial.

De qualquer forma todas as regiões do Estado puderam receber essas primeiras doses, que serão obrigatoriamente destinadas a profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, internos de asilos e povos indígenas.

“Vale muito o agradecimento ao nosso governador Ratinho Júnior, nosso secretário Beto Preto e toda equipe da Saúde pelo empenho em hoje iniciarmos a distribuição das vacinas aos municípios, em uma ação bem planejada e que será bem executada pelas prefeituras. Acredito que no intervalo de alguns dias mais uma remessa irá chegar e vamos seguindo o Plano Nacional de Imunização até que toda população seja imunizada”, avalia o diretor da 19ª Regional de Saúde, Tony Palhares. 

JACAREZINHO SAI NA FRENTE

O primeiro município da região a efetivamente aplicar a vacina foi Jacarezinho. Em poucos minutos após a chegada das doses a equipe da secretaria municipal de Saúde já colocava em prática o plano de imunização.O primeiro cidadão a ser vacinado foi o médico e ex-prefeito dr. Emanuel Gonçalves Vieira, de 90 anos, seguido por outros profissionais da Saúde e uma interna do asilo. O município deve aplicar o restante de sua cota de pouco mais de 500 vacinas entre hoje e amanhã.