Ribeirão Claro

Vencimento de contratos estrangula a Saúde de Ribeirão Claro

Rombo na Secretaria afeta prestação de serviços, entrega de medicamentos e suprimentos

Prefeitura chegou a emitir uma nota de esclarecimento à população nesta terça-feira
CRÉDITO: Assessoria

Da Redação


A nova gestão da prefeitura de Ribeirão Claro recebeu um verdadeiro “presente de grego” na Secretaria de Saúde do Município. Os contratos que não estão mais em vigência, refletem um verdadeiro descaso com a população, afinal, são vários serviços e suprimentos que estão em falta no setor.

A prefeitura chegou a emitir uma nota de esclarecimento à população nesta terça-feira, 12, alertando que alguns serviços, medicamentos e suprimentos fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde, estão suspensos temporariamente em virtude do encerramento dos contratos no ano de 2020.

O absurdo veio a acontecer em virtude da falta de organização da gestão anterior, que não programou refazer novas licitações para continuar atendendo a demanda dos munícipes.  

Segundo a nota de esclarecimento, o kit lanche que era fornecido aos pacientes que são transportados para fora do Município para atendimento médico, está suspenso desde o dia 12 de agosto de 2020. Uma das empresas que fornecia medicamentos para o Município finalizou o contrato no dia 24 de outubro de 2020. E nenhum desses contratos foram realizados novos processos de licitação após o vencimento.

A Secretaria de Saúde informou que todas as pessoas acamadas, que precisam de atendimento domiciliar de fisioterapia vão ficar sem atendimento durante todo o mês de janeiro porque apesar do contrato ainda em vigência (que vence no mês de abril), não tem mais saldo em caixa.

A vice-prefeita e coordenadora Municipal da Saúde, Ana Maria Baggio Molini, destaca que estão tomando todas as providências cabíveis para suprir com o máximo de urgência essas falhas no setor. “O kit lanche e a fisioterapia domiciliar já estão sendo licitados. Os demais serviços ainda estamos avaliando se tem saldo suficiente na secretaria para as contratações”.

Deixe um Comentário