Jacarezinho

Prefeitura de Jacarezinho quer adquirir 20 mil doses de vacina contra Covid-19

Município protocolou nesta segunda-feira intenção de aquisição da vacina junto ao Instituto Butantan

Protocolo de intenção de aquisição da vacina foi o primeiro documento emitido pela nova gestão

 DA ASSESSORIA 

A prefeitura de Jacarezinho protocolou junto ao Instituto Butantan a intenção de aquisição de 20 mil doses da vacina contra a Covid-19. Esta foi a primeira ação da nova gestão, formalizada logo na manhã desta segunda-feira (04).

 De acordo com o prefeito Marcelo Palhares a medida visa garantir a imunização dos cidadãos o quanto antes. “Jacarezinho é o município com mais casos de Covid-19 na região e precisamos de uma resposta para esta situação. Então fizemos o protocolo junto ao Instituto Butantan para a aquisição da vacina. Sabemos que existem planos federal e estadual para a vacinação, mas nós também temos o nosso próprio plano para garantir a vacina aos nossos cidadãos o mais rápido possível”, pontua.

 “Este foi o primeiro documento que eu assinei como prefeito por entender que a saúde é prioridade. E hoje o combate a pandemia precisa ter uma abordagem mais contundente”, completa Palhares. 

Conforme o secretário municipal de Saúde, João Lucas Thabet Venturini, a ideia é que o município tenha vacina suficiente para imunizar todo o grupo de risco mesmo em caso de atraso da vacinação no Brasil. “A gente confia no plano nacional de vacinação, assim como no plano do Estado, mas como a procura será muito grande então estamos fazendo nossa parte para que a população de Jacarezinho não seja prejudicada em uma eventual dificuldade que possa existir”. 

Ainda segundo o secretário de Saúde, as 20 mil doses seriam para atender todo o grupo considerado de risco. “Esse número segue o mapa epidemiológico de Jacarezinho, onde existem 20 mil pessoas no grupo de risco, que são pessoas com mais de 60 anos, com comorbidades e funcionários da Saúde.

Claro que o objetivo é chegar a totalidade da população imunizada dentro de um prazo curto após a liberação da vacina, mas o grupo de risco tem prioridade”.

Deixe um Comentário