Ibaiti

Ibaiti é líder na geração de empregos na região

Dados são referentes ao período de janeiro a novembro; Andirá e Siqueira Campos têm bons números, enquanto Santo Antônio da Platina tem pior desempenho

Da Redação


Ibaiti é o município da região que teve a maior geração de emprego em 2020, de acordo com dados do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) referentes ao período de janeiro a novembro deste ano. No caminho contrário, 13 municípios apresentam números negativos, com destaque para Santo Antônio da Platina, que teve pior desempenho em termos regionais.

Com 2.442 admissões e 1.849 demissões durante os meses já contabilizados de 2020, Ibaiti apresenta um saldo de 593 postos formais de emprego – o maior entre todos os municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro).

Além de liderar em números totais, Ibaiti também lidera percentualmente, com um crescimento de 12,13% o total de empregos com carteira assinada durante 2020. Em 1º de janeiro deste ano eram 4.889 trabalhadores registrados no município, enquanto ao fim de novembro são 5.482 postos formais ocupados.

Andirá foi outro município a ter números expressivos e aparece em segundo lugar no ranking da geração de emprego em 2020 na região. Foram 1.084 admissões e 807 desligamentos registrados até o fim de novembro. Saldo de 277 postos de emprego e variação de 9,35% no total de trabalhadores registrados, que passou de 2.962 para 3.239.

Em terceiro vem Siqueira Campos, que nos 11 meses do ano teve 2.272 admissões e 1.925 desligamentos, o que resulta em um saldo de 347 postos formais de trabalho. Em janeiro eram 5.954 trabalhadores registrados e agora são 6.301, variação, portanto, de 5,83%.

Na região houve ainda variações positivas em Barra do Jacaré, Cambará, Guapirama, Jacarezinho, Joaquim Távora, Pinhalão, Quatiguá e Wenceslau Braz. Tomazina teve saldo zero, com o mesmo número de admissões e desligamentos durante o ano.

MAIORES EMPREGADORES

Apesar de não ter um desempenho dos mais expressivos, Jacarezinho segue como o município com maior número de empregos formais gerados na região, posto que ocupa desde que ultrapassou Santo Antônio da Platina no quesito, no fim do ano passado.

São 9.382 postos de trabalho formais em Jacarezinho, que é seguido por Santo Antônio da Platina, com 8.894 trabalhadores registrados no município. Depois estão Siqueira Campos, com os já citados 6.301 postos, Ibaiti, com 5.482 vagas, e Joaquim Távora, com 4.977 registros em carteira.

NEGATIVOS

Por outro lado, alguns municípios tiveram variação negativa na geração de emprego. São os casos de Abatiá, Carlópolis, Conselheiro Mairinck, Figueira, Jaboti, Japira, Jundiaí do Sul, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Salto do Itararé, Santana do Itararé, Santo Antônio da Platina e São José da Boa Vista.

Em números globais, o destaque negativo ficou para Santo Antônio da Platina, que chega ao fim de novembro com 190 trabalhadores registrados a menos em janeiro de 2020. Já percentualmente, o pior desempenho da micro região está em Salto do Itararé, onde o saldo de 124 postos de trabalho a menos representam uma redução de 24,27% no total de vagas de trabalho no município.

Deixe um Comentário