Eleições

Hiroshi e Palhares são eleitos para presidir Amunorpi e Cisnorpi

Prefeitos de Carlópolis e Jacarezinho assumem comando dos órgãos e terão missão de promover união e atrair investimentos

fotos: Antônio de Picolli

Da Redação


Hiroshi Kubo (PSD), prefeito reeleito de Carlópolis, e Marcelo Palhares (PSD), prefeito eleito de Jacarezinho, são, respectivamente, os novos presidentes da Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) e Cisnorpi (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro). Os gestores foram eleitos por unanimidade dos presentes durante eleições realizadas nesta terça-feira (22), em Santo Antônio da Platina.

A Amunorpi, composta por 25 municípios, vive o desafio de se reestabelecer após um escândalo envolvendo ex-presidentes e ex-funcionarios, processos pelo Ministério Público por gastos ilegais de recursos públicos. Além disso, o novo presidente projeta a busca por investimentos em infraestrutura para a região.

“Temos que pensar, enquanto produtores e também região turística, em ter infraestrutura adequada para potencializar essas vocações. Não só estrutura rodoviária, mas aeroviária também tem que ser discutida. Então vamos estar junto aos governantes para buscar projetos que venham para suprir essas situações”, pontua Hiroshi Kubo, que presidirá a associação durante 2021 e também terá como desafio mobilizar os prefeitos da região em torno da associação, após diversos afastamentos nos últimos anos consequentes do escândalo.

Além dele, a chapa única e vencedora do pleito é composta ainda por Luiz Henrique Germano (PSD), prefeito eleito de Siqueira Campos, como 1º vice presidente, e João Carlos Bonato (PSB), prefeito eleito de Ribeirão Claro, como 2º vice presidente. No Conselho Fiscal estão Marcelo Palhares, Paulo Sérgio Fragoso (PSD), prefeito reeleito de Salto do Itararé, e Flávio Zanrosso (MDB), prefeito reeleito de Tomazina.

Já o Cisnorpi é formado por 22 municípios da região e, mesmo com mais de 400 mil procedimentos realizados por ano, tem o desafio de aumentar este número para que a região deixe de “exportar pacientes” para centros maiores com maior capacidade de atendimento médico. Eleito para o biênio 2021/2022, Palhares garante que trabalhará para amenizar este problema.

“Nosso grande foco é reduzir o número de pacientes que precisam viajar para outras regiões para ter tratamento. O Cisnorpi já realiza um trabalho muito bom, mas temos condições de ampliar este trabalho e poder atender ainda mais cidadãos da nossa região. Agradeço muito o apoio de todos os prefeitos e também do governador Ratinho Júnior e toda equipe de governo, que vão dar o suporte para realizarmos as melhorias que precisamos”, pontua.

A nova diretoria administrativa do Cisnorpi ainda conta com Adelita Parmezan (PTB), prefeita reeleita de Quatiguá como vice presidente, Dionísio Alencar (DEM), prefeito eleito de Pinhalão como 1º suplente de vice presidente, José Izac (PT), prefeito eleito em Santana do Itararé como 2º suplente de vice presidente, João Carlos Bonato como secretário, Alex Sandro (PSD), prefeito reeleito de Conselheiro Mairinck como 1º suplente do secretário, e Paulo Sérgio Fragoso como 2º suplente de secretário.

O conselho fiscal é composto pelos seguintes nomes: Luiz Henrique Germano, Hiroshi Kubo, José Carlos Cantiero (PSL), prefeito eleito de Figueira, Régis Willian (PSD), prefeito eleito de Jaboti, Angelo Vigilato (PSB), prefeito eleito de Japira, e Eduí Gonçalves (PSD), prefeito eleito de Guapirama. 

Deixe um Comentário