Jacarezinho

Diplomação dos eleitos acontece na quarta-feira

Prefeito, vice e nove vereadores terão formalização das vitórias conquistadas nas urnas

Marcelo Palhares e Patrícia Martoni: prefeito e vice eleitos em Jacarezinho

Da Redação


Prefeito, vice prefeita e nove vereadores eleitos em Jacarezinho nas eleições de novembro serão diplomados pela Justiça Eleitoral para os respectivos cargos na próxima quarta-feira, dia 16. A cerimônia acontecerá no fórum da comarca com previsão de início para as 10h.

Neste ano, porém, diferentemente do que acontece tradicionalmente, o evento será restrito aos eleitos e autoridades, em medida adotada para evitar a aglomeração de pessoas e, portanto, em prevenção à pandemia de Covid-19.

Na oportunidade os eleitos receberão a confirmação por parte da 24ª Zona Eleitoral de Jacarezinho dos resultados obtidos nas eleições municipais deste ano, realizada em 15 de novembro e responsáveis por escolher prefeitos, vice e vereadores para o período 2021/2024.

Em Jacarezinho foram eleitos o prefeito Marcelo Palhares (PSD) com a vice Patrícia Martoni (DEM) e os vereadores Antônio Neto (PSD), Edílson da Luz (DEM), Betão da Curva (PSD), Marcos Colosso (PSB), Luciane Alves (PSD), Zola (PSC), Nílton Stein (PT), Serginho Marques (PT) e Val (PDT).

Palhares se elegeu ao conquistar 10.361 votos, que representaram 50,15% dos votos válidos, além de ter sete vereadores da sua base eleitos para a próxima legislatura. No total Jacarezinho teve seis candidatos a prefeito e 155 candidatos a vereador.

Após a diplomação, o compromisso formal seguinte dos eleitos é a cerimônia de posse, marcada para acontecer dia 1º de janeiro, quando prefeito, vice prefeita e vereadores passam a ocupar efetivamente os cargos a que foram escolhidos pelo eleitorado de Jacarezinho.

DÚVIDA

Se a vitória de Palhares garante normalidade no período pós eleição, o mesmo não se pode dizer se a segunda colocada no pleito, Tina Toneti (PT), tivesse sido a vencedora. Isso porque a petista estava impugnada em duas instâncias da justiça e corria grande risco de não ser diplomada em caso de eventual preferência do eleitorado.

Neste caso, exceto em caso de liminar expedida pela justiça, quem assumiria como prefeito interino seria o presidente eleito da câmara de vereadores e ocuparia o cargo até a convocação pela Justiça Eleitoral de eleições suplementares para o cargo de prefeito.

Leave a Comment