Eventos

Justiça no Bairro realiza o primeiro casamento virtual e tem recorde de casais inscritos

Ao todo, 3.040 casais de todo o Estado puderam oficializar a sua união

TJPR


Na última sexta-feira (4/12), o programa Justiça no Bairro celebrou o casamento coletivo de 3.040 casais – além de atingir o maior número de inscritos em uma mesma edição do evento, pela primeira vez pessoas de todo o Estado puderam fazer a habilitação e participar da cerimônia de forma simultânea.

Por conta da pandemia, o evento que anualmente ocorre no formato presencial na Arena da Baixada teve que ser reestruturado para possibilitar a concretização do sonho dos participantes. A sede do Sesc de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi organizada para receber as autoridades, os músicos e a equipe de transmissão do evento, respeitando o Decreto estadual e as medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Com flores, tapete vermelho, música e transmissão ‘ao vivo’ no canal do YouTube do Sesc, a cerimônia virtual teve início às 18h e foi acompanhada pelos noivos nos cartórios de cada cidade. A emoção, mesmo sem a presença física dos casais, foi tomando conta do ambiente e repercutiu na rede social: com mensagens de ‘parabéns aos noivos’ e de felicitações, famílias inteiras interagiram durante a celebração. Ao todo, foram mais de seis mil visualizações no canal.

“Cleiton e Ângela, parabéns por este dia. Que as aventuras que virão lhe tragam cada vez mais amor e felicidades!!!”

“Parabéns Marcos e Edite, q Deus abençoe essa união”

“Parabéns aos Desembargadores Xisto e Joeci. Vocês são os verdadeiros juízes”

​“Parabéns a todos os envolvidos por mais este casamento coletivo”

A Cerimônia

A coordenadora do programa Justiça no Bairro, Desembargadora Joeci Machado Camargo, iniciou a cerimônia agradecendo a parceria com o Sesc, com os cartórios de todo o Estado e com os demais apoiadores. “Foi um trabalho incansável e uma dedicação enorme para organizar todo o evento. Vocês não mediram esforços para concretizar o sonho desses casais e para que tudo transcorresse dentro dos limites estabelecidos, como o cuidado com o distanciamento social, o uso de máscaras e de álcool em gel.”

A magistrada também agradeceu a participação dos juízes paranaenses e dos juízes de paz, que estavam em suas Comarcas para oficializar a união dos casais em conjunto com a celebração virtual.   

Na sequência, uma linda história foi apresentada ao público: a do senhor Antônio Darci e de Dona Maria – um paulista e uma mineira, que conseguiram regularizar a união e também o registro civil.

O senhor Antônio, até chegar ao programa Justiça no Bairro, não existia. Por um equívoco, ele foi considerado morto. Foram anos tentando ajustar a situação, mas ele não conseguia. A vontade desse paulistano era casar e registrar os seus dois filhos, pois no documento só consta o nome da genitora. A equipe do Justiça no Bairro acolheu a demanda e concretizou o desejo do casal – o casamento foi oficializado durante o evento.

Ao presenciar a história de vida desse casal, o Presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, ressaltou a importância de o Judiciário prestar esse serviço aos cidadãos. “Essa história representa bem a atividade que é exercida no Justiça no Bairro – uma atividade em que a Justiça está próxima do cidadão, próxima das pessoas humildes e, com muita rapidez, entrega o direito à pessoa.”

O chefe da Justiça estadual lembrou que, em 2003, quando era Juiz Auxiliar da Presidência do TJPR, a então Juíza Joeci o procurou e falou sobre a sua intenção de realizar uma Justiça mais próxima da população. “Participei desse início e fico contente ao perceber o resultado desse grande trabalho. Esse projeto é realizado com muito amor, há muitos anos. O Paraná presta um serviço de excelência”.

O Vice-Governador do Estado e Presidente da Fecomércio, Darci Piana, enalteceu o trabalho desenvolvido pelo Justiça no Bairro. “Tenho imensa alegria de fazer parte dessa parceria que tem um alcance extraordinário. Já são mais de 40 mil casamentos celebrados em conjunto com o Tribunal”.

Por fim, a Pastora Erika Checan abençoou o enlace dos casais que acompanhavam a transmissão. Em sua fala, ela enalteceu a importância da união. “Casamento é unidade integral e unidade espiritual. Estar unidos, ultrapassa o físico. É a união que possibilita enfrentar as adversidades da vida”.

Um pedido de casamento surpresa   

Durante o evento, foi com uma linda canção que o Juiz de Direito Fernando Swain Ganem pediu a mão da namorada Jacqueline Borim em casamento. Com tudo já organizado por ele, os noivos disseram o ‘sim’ ao vivo e trocaram as alianças.

O casal já estava junto há mais de um ano e o magistrado resolveu fazer a surpresa.   Para Jacqueline, foi a realização de um sonho. “Toda mulher sonha em casar. Toda mulher sonha escutar um pedido de casamento. Ele me pedir em casamento assim, eu não esperava. Foi uma linda surpresa”.

Confira a galeria de imagens

Leave a Comment

Charge

Enquetes

Você votaria num candidato a prefeito apoiado pelo governador Ratinho Junior?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Institucional

Telefone
(43) 3534.4114

Sobre a Tribuna do Vale