Jacarezinho

Casos de Covid-19 cresceram mais de 100% durante novembro

No mês o número de óbitos teve aumento percentual ainda maior, de 160%

 Da Redação


Jacarezinho teve um aumento de 105% nos casos de Covid-19 durante novembro, mês recordista de confirmações da doença desde o início da pandemia no município. No período o percentual do crescimento de óbitos causados pelo vírus também teve aumento assustador, de 160%.

 Nos 30 dias do mês foram registrados exatos 574 casos de Covid-19 entre moradores de Jacarezinho – o total de positivos na soma de todos os meses até então era de 546.

Mas pior que o aumento substancial dos casos, foi a gravidade da doença entre alguns dos pacientes. Neste período em questão foram dezenas de internações e o total de oito óbitos durante novembro, enquanto até então eram cinco mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

Se a média de casos fatais era de uma por mês, passou a ser de quase duas por semana.As estatísticas colocam Jacarezinho como o município com os maiores números de casos confirmados da doença na região.

Diante do cenário algumas medidas foram implantadas nesta semana, como toque de recolher das 23h até às 5h, proibição de bares, restaurantes, lanchonetes e pizzarias em atendimento público após as 22h e e proibição de eventos que causem aglomerações.

 Em entrevista recente à Tribuna do Vale, o secretário municipal de Saúde de Jacarezinho, Marcelo Nascimento, alertou para a necessidade de conscientização por parte da população. “Nos preocupa muito o aumento e a gravidade dos casos. Então estamos implantando algumas medidas mas precisamos que a população colabore”.

  POSTOS FECHADOS

O aumento dos casos tem afetado diretamente profissionais que atuam na saúde. O resultado foi que unidade de saúde de dois bairros precisaram ser fechadas pela contaminação dos servidores. A situação aconteceu no Jardim Panorama e no Parque Bela Vista, que tiveram alguns dias sem atendimento médico. No decorrer desta semana, porém, o funcionamento voltou ao normal.

Anteriormente situação similar também tinha afetado o posto de saúde do bairro do Aeroporto.

Deixe um Comentário