Economia Geral

Comércio volta a impulsionar geração de emprego na região

Setor foi um dos principais criadores de emprego entre municípios com maior número de vagas de trabalho no Norte Pioneiro

Comercio Santo Antônio da Platina
Foto: Antônio de Picolli

Da Redação


O comércio foi o segmento com os números mais expressivos em setembro na geração de emprego entre os municípios com maiores postos de trabalho formais na região: Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Ibaiti e Cambará, nesta ordem. Os dados foram divulgados na semana passada pelo Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). 

Este é o segundo mês consecutivo em que o comércio mostra bons números entre os municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro), apresentando uma recuperação interessante após períodos de crise principalmente pela imposição de restrições por conta da pandemia. 

Em algumas cidades os estabelecimentos ficaram fechados por mais de um mês, o que diminuiu consideravelmente os postos formais de empregos. 

Comércio de Jacarezinho

Em Jacarezinho o comércio teve, durante setembro, variação positiva de 25 vagas, com 63 admissões contra 38 desligamentos. No mês o município registrou, de forma geral, saldo de 60 postos formais de emprego, com 250 contratações e 190 demissões. 

Santo Antônio da Platina viu seu comércio, o mais forte da microrregião, ter um saldo de 27 vagas, resultado de uma equação que teve 95 admissões contra 68 desligamentos. O segmento, aliás, foi o único com números positivos importantes. No geral o município teve saldo de 10 postos formais, com 192 contratações e 182 demissões. < /span>

Em Ibaiti o comércio foi responsável por 23 novas vagas, com 67 admissões e 44 desligamentos. O município, abordando todos os segmentos, teve um importante saldo 128 postos formais de emprego, com 323 contratações e 195 demissões – esse o melhor desempenho entre as cidades citadas. 

Cambará, por sua vez, também teve o comércio no mesmo ritmo dos vizinhos da região. Com o comércio apresentando 35 admissões e 14 desligamentos, o saldo é de 21 vagas. No município como um todo foram 87 contratações contra 67 desligamentos, gerando um saldo de 27 postos de trabalho com carteira assinada. 

NATAL
E a expectativa é que daqui até o fim de ano os números sigam positivos, pelo aquecimento das vendas causado pelo Natal. As associações comerciais já se programam em eventos, mesmo com as restrições causadas pela Covid-19, e promoções no intuito de incentivar os consumidores e privilegiarem os comércios locais – o que deve ser uma tendência pelo temor de muitas pessoas em ir at&eacu te; outros municípios para fazer as compras.

De acordo com dados prévios levantados junto a algumas das associações, existe uma conversa com as prefeituras e órgãos sanitários para que, mesmo diante do aumento dos casos de Covid-19, o atendimento ao público na semana que antecede o Natal tenha horários diferenciados, sempre mantendo os protocolos de prevenção à doença. 

Deixe um Comentário