Jacarezinho

Câmara de Jacarezinho terá só três remanescentes da atual legislatura

Renovação das cadeiras será de 2/3, entretanto outros motivos além da escolha da população influenciaram mudanças


Próxima legislatura terá configuração bem diferente da atual

Da Redação


Apenas três dos atuais vereadores de Jacarezinho estarão na legislatura 2021/2024, que, fatalmente, terá seis nomes diferentes a partir do início das atividades da câmara no ano que vem. Vale lembrar, porém, que boa parte destes números não são causados por escolhas dos eleitores, e sim pela ausência de integrantes do Poder Legislativo no pleito deste ano.

Cinco dos nove vereadores não foram candidatos à reeleição nas eleições municipais de 2020: Fúlvio Boberg (DEM) e Diogo Biato Filho (PSB), que anunciaram o afastamento da vida pública e não participaram do pleito, Patrícia Martoni (DEM), que foi candidata a vice na chapa vitoriosa encabeçada por Marcelo Palhares (PSD), Pastor André Melo (PTB) que foi candidato a prefeito e que teve na vice Chiquinho Mecânico (Podemos).

Desta forma, com esses cinco vereadores fora da briga, a renovação da maioria da câmara já era garantida mesmo antes das eleições. Dos outros quatro nomes, três foram reeleitos: Zola (PSC), Edílson da Luz (DEM) e Nilton Stein (PT). Já Nascimento (PSB) não conseguiu o segundo mandato seguido, ficando como primeiro suplente.

Para a nova legislatura se juntam a eles Antônio Neto (PSD), Betão da Curva (PSD), Marcos Colosso (PSB), Luciane Alves (PSD), Serginho Marques (PT) e Val (PDT). É importante citar, porém, que Colosso e Luciane embora não estejam na atual legislatura já foram vereadores em anos anteriores.

CONHECIDOS FORA

Se Antônio Neto, Betão da Curva, Serginho Marques e Val estão eleitos vereadores pela primeira vez, outros nomes muito conhecidos do eleitorado de Jacarezinho não conseguiram retornar à câmara, como os já citados casos de Colosso e Luciane.

Estão neste grupo Maldonado (PSC), Zé Valter (PSD), Wilson Ferreira (PSC), Vilela (PSB), Zé Macalé (DEM), Toninho Felício (PSB) e Kim da Farmácia (PSL), todos ex-vereadores que tentaram voltar à câmara, porém sem sucesso.

Deixe um Comentário