Eleições

Zezão teve a menor votação proporcional do Norte Pioneiro

Em sua primeira eleição, em 2016, prefeito obteve 48,41% dos votos, contra 30,28% no último pleito

 

Da Redação


Comemorações à parte pela vitória obtida no último dia 15, o prefeito de Santo Antônio da Platina deveria fazer uma auto análise de seu desempenho nas urnas e perceberia que o primeiro lugar não reflete exatamente o que a maioria dos moradores pensam de sua atuação à frete do executivo

Na eleição de 2016, quando se elegeu para o primeiro mandato, Zezão obteve 48,41% dos votos, num total de 10.086 votos. No último leito os números refletem a frustração da população com sua gestão. Apesar da vitória, Zezão somou 6. 729 votos, correspondendo a 30,28% dos votantes.

Na prática isto significa que quase 70% dos platinenses votantes desaprovam sua gestão. Aliás, o prefeito obteve o menor percentual entre os prefeitos eleitos na região da Amunorpi – Associação dos Municípios do Norte Pioneiro.

 

Ranking

Tirando Tomazina e Santana do Itararé que tiveram candidatos únicos, o prefeito que obteve o maior percentual na região foi o de Carlópolis, Hiroshi Kubo, com 76,16% dos votos apurados. Em seguida vem Dr. Zezinho, em São José da Boa Vista, com 74,16%.

Em terceiro lugar em votação proporcional está o prefeito de Ibaiti, Antonely de Carvalho, que obteve 62,47% dos votos. Na sequência vem Eclair Rauen, de Jundiai do Sul, com 62,47%, seguido de Ivone Abib, com 62%, Joao Carlos Bonato, de Ribeirão Claro, com 60,49% dos votos e Alex Sandro, de Conselheiro Mairinck, com 59,74%.

Taidinho, de Wenceslau Braz obteve a expressiva votação de 59,34%. Paulinho Carijó, de Salto do Itararé, venceu a eleição com 54,78%, tendo em seguida o prefeito eleito de Barra do Jacaré, Edão Alboneti, que somou 53,28% dos votos, tendo, em seguida, Nelson Garcia, de Abatiá, com 52,57%.

Zé Carlos, de Figueira, somou 52,19% e Eduí Gonçalves, de Guapirama, venceu a eleição com 51,37% dos votos, enquanto que Marcelo Palhares, de Jacarezinho obteve 50,08% dos votos.

Completando a lista vem Dionísio de Pinhalão com 46,70%; Reginaldo Vilela, de Joaquim Távora, com 46,34%; Neto Haggi, de Cambará, com 45,71%; Ângelo Vigilato, de Japira, com 44,53%; Germano, de Siqueira Campos, com 42%; Dartagnan Fraiz, de Ribeirão do Pinhal que somou 34,41% e, em último, Professor Zezão, de Santo Antônio da Platina, com 30,28%.

 

Deixe um Comentário