Cornélio Procópio

Cornélio Procópio registra 32 novos casos positivos da doença em apenas 48 horas

Aumento repentino pode estar ligado ao feriadão de Finados e eleições municipais

Rocha: Feriados e a possibilidade do surgimento de novos casos da doença

 

Ataíde Cuqui


Subiu para 57 o número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Cornélio Procópio. Em menos de 48 horas, a Secretaria Municipal de Saúde registrou 32 novos casos positivados com a Covid-19, o que aumenta a preocupação das autoridades sanitárias do município.

Elevação dos registros pode ter sido em decorrência dos últimos feriados. A situação da doença, que permaneceu estável por algumas semanas, voltou a preocupar, com o aumento repentino dos novos casos.

”Hoje, estamos com essas 57 pessoas cumprindo a quarentena oriundas de vários locais da cidade e não apenas de um só estabelecimento comercial, como chegou a ser comentado”, explicou Elizeo Rocha, diretor do Departamento de Vigilância Sanitária.

É que chegou a circular na cidade um boato de que, em apenas um supermercado, mais de vinte pessoas haviam contraído a doença. A preocupação agora é com a possibilidade de novos registros em decorrência de pessoas que aproveitaram o último feriado para viajar e as inevitáveis aglomerações das eleições municipais do dia 15.

”infelizmente, tínhamos essa expectativa e é o que já está acontecendo. O número que citamos já pode ser reflexo do feriado prolongado do Dia de Finados, quando as pessoas viajaram para outros lugares e outras de fora que vieram para visitar parentes”, avalia Rocha, citando ainda o período eleitoral. “Apesar do nosso monitoramento, já sabíamos que isso poderia acontecer agora”, complementa.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado segunda-feira pela Secretaria Municipal de Saúde, além dos 57 casos ativos, há outros 71 sob investigação. 68 pessoas estão em isolamento domiciliar e 1 internada em UTI.

Desde o surgimento da pandemia, 21 pessoas já foram a óbito no município em decorrência da doença. Há ainda um caso de óbito de uma mulher de 70 anos, portadora de comorbidades, que está sendo investigado. Estava internada, teve dificuldades respiratórias e acabou morrendo.

 

Deixe um Comentário