Jacarezinho

Atual prefeito é o maior derrotado em Jacarezinho

Eleições mostram achatamento político de Dr. Sérgio que sofreu duros golpes cujo candidato teve a menor votação da história  

Dr. Sérgio sai como o grande perdedor na eleição deste ano

 

Da Redação


O atual prefeito de Jacarezinho, Sérgio Eduardo de Farias, o Dr. Sérgio (DEM), não disputou as eleições de 2020, mas mesmo assim foi um dos grandes derrotados no pleito. Na corrida eleitoral o gestor viu a dissolução de seu grupo político, perdeu antigos aliados e, por fim, teve o candidato que apoiou, Luiz Antônio Setti (PSL), fazendo uma votação absolutamente humilhante, sendo a menor quantidade de votos recebidos nas eleições majoritárias na história do município.

A primeira derrota de Dr. Sérgio aconteceu quando Marcelo Palhares (PSD) rejeitou sua indicação para vice-prefeito, que na oportunidade era o ex-chefe de Gabinete da prefeitura de Jacarezinho, Américo Alves Pereira, acabando com qualquer possibilidade de aliança entre os grupos.

Diante da negativa, Dr. Sérgio e Américo tentaram viabilizar uma candidatura própria a prefeito, pelo PDT, o que também não se concretizou.

O grupo ainda tentou uma aliança de última hora com Tina Toneti (PT), antiga adversária e crítica ferrenha da atual gestão, o que igualmente não aconteceu. Neste meio tempo o deputado federal Pedro Lupion destituiu o diretório municipal do DEM de Jacarezinho, que há 30 anos estava sob o comando de Américo.

Diante de um posicionamento inconclusivo e incoerente de Dr. Sérgio, muitos dos aliados passaram a migrar para outros grupos políticos, mesmo com as tentativas seguidas do prefeito de Jacarezinho em manter uma base política.

Por fim, já praticamente isolado, Dr. Sérgio resolveu manifestar apoio a Luiz Antônio Setti. Entretanto, a maioria absoluta dos funcionários comissionados da prefeitura, por exemplo, preferiu colocar os cargos em risco e não acompanhar o gestor.

Sem uma base política formada e basicamente com Dr. Sérgio como único apoio, Setti fez inexpressivos 251 votos, ou seja, 1% dos votos válidos, ficando em último lugar entre os seis candidatos a prefeito.

Para se ter uma ideia do completo fiasco eleitoral, a votação de Setti foi inferior aos votos de 21 dos candidatos a vereador e é a menor votação a prefeito em toda a história de Jacarezinho.

CAMPANHA DE ATAQUES

A campanha de Luiz Antônio Setti só foi lembrada pelos constantes ataques a Marcelo Palhares, que acabou como vencedor do pleito. No restante, boa parte da população de Jacarezinho é incapaz de dizer qual era a bandeira ou as principais propostas do candidato.

Setti, que foi deputado por duas vezes entre o fim da década de 80 e o começo da década de 90, ficou quase 30 anos fora de Jacarezinho, retornando neste ano visando a disputa pela prefeitura.

Entretanto, sem conseguir outros apoios de peso e sem ser unanimidade dentro da própria família Setti, o candidato adotou como tática de campanha ataques e acusações quase que diárias a Marcelo Palhares, praticamente abdicando de expor suas propostas para o município.

O resultado das urnas mostra que a estratégia não foi minimamente aceita pela população. Setti termina o pleito completamente sem força política e Dr. Sérgio deixará o cargo de prefeito com baixíssima aprovação popular e isolado politicamente.

Deixe um Comentário