Eleições

Santo Antônio da Platina registra poucos casos policiais

Polícia Civil de Santo Antônio da Platina divulga os trabalhos realizados durante período de votação das eleições 2020.

 

 

Imprensa PCPR


Investigadores e escrivães da 38ª Delegacia Regional da Polícia Civil compareceram nos locais de votação e realizaram rondas nas proximidades para cooperar com as demais instituições e órgãos envolvidos no processo eleitoral, a fim de garantir a normalidade e higidez dos trabalhos da eleição.

Foram encaminhadas pela Polícia Militar duas ocorrências em que o delegado de polícia, após análise dos fatos determinou a instauração de procedimentos criminais.

No primeiro caso, duas pessoas foram abordadas por promotora de justiça e policiais militares fazendo a distribuição de “santinhos” próximo à Escola Municipal Professora Ophélia Mello Nascimento, sendo que o delegado de polícia determinou a confecção de termo circunstanciado em desfavor dos dois conduzidos, um homem e uma mulher, pela prática do crime de “boca de urna”, previsto no artigo 39, §5º, inciso II, da Lei nº 9.504/97.

A outra ocorrência, que seu deu em frente a local de votação da Escola Municipal Professora Vilma Longo, envolveu agressões entre várias pessoas de grupos partidários opostos, sendo os envolvidos conduzidos por policiais militares à delegacia de polícia, razão pela qual o delegado de polícia determinou a confecção de termo circunstanciado em desfavor dos agressores pela prática do crime de lesões corporais leves, previsto no artigo 129, caput, do Código Penal e promover desordem que prejudique os trabalhos eleitorais, crime do artigo 296 da Lei nº 4.737/1965.

Todos os casos foram tipificados como crimes de menor potencial ofensivo e serão encaminhados à Justiça Eleitoral para o devido processamento e julgamento

Deixe um Comentário