Cornélio Procópio

Em Cornélio Procópio, TRE equaliza urnas e reduz número de seções eleitorais

Algumas zonas e seções mudaram  em relação ao pleito passado com incorporações e readequações

Ataíde Cuqui 


A Justiça Eleitoral da Comarca de Cornélio Procópio anunciou nesta quinta-feira (12) uma equalização das  seções eleitorais da sua jurisdição, com vistas às eleições municipais deste ano.  O objetivo é para facilitar o acesso e otimizar a utilização das urnas eletrônicas. Algumas seções foram incorporadas a outras por readequações de locais de votação e outras, agregadas   por  determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Na sede da comarca, as seções que funcionavam no antigo prédio da Uemp, na Rua Portugal, foram incorporadas às do Colégio Zulmira Marchesi, no prédio ao lado. Outras mudanças também aconteceram em seções dos colégios Castro Alves e Átila Silveira Brasil, no Conjunto Fortunato Cibin. Devido a dificuldades de acesso do  eleitor, o juiz eleitoral, após audiência pública, determinou a transferência de algumas delas para a UTFPR.  Também houve mudanças em seções dos municípios de Leópolis e Sertaneja.

“São agregações feitas pelo próprio tribunal, umas em caráter provisório e outras de forma definitiva o que resultou em uma redução de 168 para 111 urnas na nossa zona eleitoral”, informou o chefe do Cartório Eleitoral, Plínio Neves Angieuski, em entrevista na sede do cartório. Disse que remanejamento foi para uniformizar o número de eleitores nas seções, visando oferecer mais conforto e celeridade no dia do pleito.

Na explanação que fez sobre as eleições do dia 15 de novembro, o chefe do CE também prestou informações de como o eleitor deverá proceder no dia da votação, principalmente no sentido de seguir as orientações protocolares da pandemia. Uma delas é quanto ao uso obrigatório da máscara no interior da seção que sem ela, estará impedido de votar. Outra é quanto ao horário da votação que este ano inicia a partir das 7 horas da manhã.

“Como o Brasil tem problemas com fusos horários, em alguns locais as eleições terminariam à noite. Por isso, este ano vamos iniciar mais cedo e priorizar o horário da manhã para os idosos.  O apelo que fazemos é para que os eleitores colaborem com os mais idosos deixando para as pessoas com mais de 60 anos o  horário das 7h às 10h da manhã”, pediu o representante da Justiça Eleitoral.

Com relação à segurança,  as seções eleitorais terão pontos marcados com distanciamento mínimo de um metro nas filas, durante a votação, para evitar o contato físico entre eleitores. As normas de conduta também incluem orientações para reduzir os pontos de contato entre eleitores e mesários, como regras de conduta em meio à pandemia do novo Coronavírus.

Foto: Angieuski: prioridade aos idosos

 

Deixe um Comentário