Auxílio Emergencial Eleições

Região tem 4 candidatos milionários que receberam auxílio emergencial

TCU divulgou lista de candidatos que declaram patrimônio acima de R$ 300 mil e mesmo assim receberam auxílio

Da Redação


Quatro candidatos dos municípios que compõe a Amunorpi (Associação dos Municípios do Norte Pioneiro) receberam auxílio emergencial mesmo tendo patrimônio milionário, segundo declarações patrimoniais feitas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Diante da aparente discrepância da situação, o TCU (Tribunal de Contas da União) divulgou a lista dos políticos de todo Brasil que se encontram hoje nesta situação. São quase 300 candidatos de diferentes estados que se cadastraram para receber o auxílio emergencial mesmo tendo patrimônio acima da casa do R$ 1 milhão.

Entretanto, ter patrimônio alto não impediu, necessariamente, o recebimento da ajuda criada pelo governo para reduzir os impactos da pandemia na economia. O auxílio é destinado a trabalhadores sem carteira assinada e desempregados. Inicialmente, entre os critérios para ter direito, era necessário que a família tivesse renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou renda de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50), e ter rendimentos tributáveis de até R$ 28.559,70 em 2018.

Na região candidatos a vereador de quatro municípios conseguiram provar que se enquadravam nestas exigências, apesar do patrimônio com valor elevado, e foram beneficiários do auxílio emergencial.

Jonas Medeiros (PSB), candidato a vereador em Santo Antônio da Platina

Jonas Medeiros Afonso, candidato em Santo Antônio da Platina declarou o patrimônio de uma casa, três carros, uma chácara, um terreno e capital social que, somados, têm o valor estimado em R$ 1.521.000,00. No portal do TSE a ocupação atribuída a Jonas é de empresário.

José Augusto de Paula, o Polaco Leiteiro (PDT), candidato a vereador em Siqueira Campos

José Augusto de Paula, agricultor que concorre a uma vaga pelo Poder Legislativo em Siqueira Campos, declarou a posse de três sítios de pequeno porte, uma chácara, um trator, um carro e 60 cabeças de gado. O valor total estimado do patrimônio é de R$ 1.346.000,00.

Luiz Sergio Andrade, o Grilo, candidato pelo PSD de Jacarezinho

Luiz Sérgio Andrade tenta uma vaga na câmara municipal de Jacarezinho e declarou a posse do percentual de 1/3 de um prédio residencial avaliado em R$ 4.000.000,00. Este é o único bem do candidato, que, segundo a ocupação inscrita junto ao TSE, é comerciante.

Fecha a lista Orlando Leopoldino de Souza, que tenta se eleger vereador em São José da Boa Vista e tem na declaração de bens os seguintes itens: um sítio de 66 hectares, dois terrenos e um carro. Somados, as posses do agricultor têm a avaliação de R$ 3.108.000,00.

Deixe um Comentário