Saúde

Saúde e Rotary Club atuam para ampliar vacinação contra a poliomielite

Agência Estadual de Notícias


A Secretaria de Estado da Saúde e os Rotary Clubs Internacionais vão trabalhar juntos para intensificar as ações de divulgação e conscientização sobre a necessidade de vacinação contra a poliomielite no Paraná. O tema foi abordado nesta quinta-feira (5) em videoconferência com os governadores dos clubs de Curitiba, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu. O objetivo é melhorar os índices da cobertura vacinal no Estado.

“Nos últimos anos temos visto uma diminuição na procura por vacinas, provavelmente devido ao crescimento das campanhas antivacinação e das fakenews em todo o mundo. Sendo assim, é muito importante que o Estado una forças para intensificar a vacinação em todas as regiões”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

“Sabemos que em meio à pandemia da Covid-19 a população está preocupada com a procura pela vacina que previna a infecção pelo novo coronavírus, mas queremos ressaltar que existem doenças que podem voltar a circular por falta de vacinação, como foi o caso do sarampo, por exemplo”, acrescentou o secretário.

Ele enfatizou o engajamento histórico do Rotary Club Internacional para a erradicação da poliomielite. “Sem dúvida alguma, a referência no combate e na erradicação da doença é e continua sendo fundamental. Por isso, o apoio da entidade é fundamental para esse enfrentamento que estamos fazendo, de ampliar a cobertura vacinal”.

APRESENTAÇÃO – A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da secretaria, Acácia Nasr, fez uma apresentação sobre o panorama da cobertura vacinal contra a poliomielite e da multivacinação no Estado, que é de cerca de 64%, e falou sobre o objetivo das áreas em reforçar as ações para que a meta vacinal seja atingida, de pelo menos 584 mil crianças.

“Reafirmamos o compromisso do Paraná em manter a população livre da poliomielite com o alcance de altas coberturas vacinais e reduzir o risco de reintrodução do vírus responsável pela doença”, afirmou a coordenadora.

Ela alerta que a vacina contra a poliomielite é a única forma segura de proteger as crianças e é um direito à saúde. “Os pais devem procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência para atualização da carteirinha de vacinação de seus filhos”, acrescentou.

PRESENÇAS – Participaram da videoconferência o chefe de gabinete, Geraldo Biesek, servidores da secretaria da Saúde ligados à Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e governadores e membros do Rotary Club Anaides Pimentel da Silva Orth, Antonio Carlos Cardoso, Carlos Roberto Naves de Souza, Edison Pagnozzi, Joel Severino Chaves, Francisco Borsari Netto e Sebastião Luís.

Deixe um Comentário