Polêmica Ribeirão Claro

Redes sociais viram palco de agressões em Ribeirão Claro

Aliados de Mario Augusto Pereira, candidato à reeleição, fazem intimidações e ameaças em público 

Ex-chefe do Departamento de Fiscalização de Mario Pereira, José Luiz da Silva também está envolvido nas denúncias

Da Redação 


Com pouco mais de 11 mil habitantes, a pequena Ribeirão Claro, cidade turística do Norte Pioneiro, tem presenciado a truculência de algumas pessoas com a aproximação do pleito eleitoral. Há poucos dias, aliados do atual prefeito, Mario Augusto Pereira (PSC) e Eliana Cortez (MDB), candidatos à reeleição sua e vice, desferiram nas redes sociais, inclusive em grupos públicos, intimidações, ameaças e crimes, que podem configurar como injúria, calúnia e difamação. 

Esse é o retrato da política suja, onde o respeito, a ética e a moral que são os esteios de uma sociedade, têm sido abandonados. Esse viés político, mancha a honra e a dignidade das pessoas, sem mensurar as consequências.    

Um dos envolvidos é o secretário de Esportes e Lazer do município, irmão da candidata Eliana Cortez, Eudiério Cortez, mais conhecido como “Beiçola”, que, num grupo de WhatsApp denominado “Jornal Ribeirão Claro” desferiu ameaças contra Lucas de Oliveira Rodrigues. Beiçola utilizou o grupo para enviar mensagens dizendo: “covarde”, “você é fraco”, “você não sabe com quem se meteu e mexeu”, “você passou dos limites”. 

Secretário de Esportes e Lazer, Eudiério Cortez, envolvido nas intimidações virtuais é irmão da candidata Eliana Cortez

Lucas, registrou em sua defesa um Boletim de Ocorrência porque se sentiu ameaçado diante das acusações e intimidações. Beiçola chegou a falar que não se importava com eventuais punições da justiça, assinalando que ´´quebraria o olho´´ do desafeto.  

Segundo a vítima as ameaças de Beiçola são proferidas todas as vezes que ele se posiciona contrário ao prefeito ou quando faz alguma crítica a atual administração. “Eu registrei o Boletim de Ocorrência porque eu acredito na democracia. Acredito que as pessoas tenham a liberdade de escolher e de se manifestar sobre o que acha melhor para o seu Município, Estado ou País”, justificou. 

Posteriormente, sem citar nomes, o secretário de Esportes e Lazer divulgou um vídeo nas redes sociais estalando um chicote dizendo “o chicote vai estalar essa semana”, disse ameaçadoramente. 

Secretário de Esportes faz vídeo estalando chicote nas redes sociais

Esse é o perfil do secretário de Esportes de Mário Augusto Pereira. Será que esse vídeo e o linguajar chulo utilizado pelo secretário justificam a atual situação que se encontra o esporte em Ribeirão Claro?, questionam pessoas revoltadas o a violência na atual eleição municipal. 

Esporte é uma palavra que traduz o entretenimento, tem fins de recreação, manutenção do condicionamento corporal, da saúde e competição. É com esporte que os jovens conseguem oportunidades de sair das ruas, das drogas. Esporte é saúde, é oportunidade, e não agressividade e falta de decoro. 

Lucas até procurou o prefeito Mario Pereira via WhatsApp para alertar sobre o tipo de pessoa que o está representando na campanha eleitoral. O prefeito por sua vez não se posicionou sobre a postura de seu secretário de Esportes e Lazer. “Eu sou responsável por mim. Se você se acha ofendido, tome as providências que achar cabíveis”, respondeu o prefeito. 

MAIS INTIMIDAÇÕES – Segundo Boletim de Ocorrência, outro envolvido nas acusações é ex-chefe do Departamento de Fiscalização, José Luiz da Silva, mais conhecido como “Pula”, que desferiu ameaças e xingamentos à Diogo de Lucca na plataforma WhatsApp. Em uma série de áudios, “Pula” desfere ofensas contra a família de Diogo e outras pessoas. < /span>

PASSANDO DOS LIMITES – Um perfil do Facebook, identificado como Danilo Camargo além de não respeitar a honra das pessoas mostra que também não respeita a dor de quem perde um ente querido. Insultou nas redes sociais a memória do filho do diretor da Tribuna do Vale, Benedito Francisquini.


Deixe um Comentário