Jacarezinho

Dr. Sérgio vira motivo de chacota em Jacarezinho

Prefeito já ensaiou apoiar vários candidatos e recuou; agora é a vez do rival até dias atrás

Em imagem de qualidade sofrível, Dr. participa de reunião com o ex-deputado Sett

Da Redação


O comportamento do prefeito de Jacarezinho nestas eleições está deixando perplexos os mais ferrenhos admiradores do médico Sérgio Eduardo Emygdio de Faria, ou simplesmente Dr. Sérgio, como é mais conhecido. Sem candidatura própria a defender seu legado de oito anos à frente ao da Prefeitura, ele já oscilou entre Marcelo Palhares (PSD), Tina Toneti (PT), Pastor André (PTB) e agora Luiz Antônio Setti (PSL). A aposta é se o prefeito parou por aí ou ainda vai mudar o apoio, pois Marcelo Moraes (PL) e Tabajara (Cidadania) completam a lista de candidatos.

Setti usa o slogan “Jacarezinho tem jeito”, dando a entender que a cidade está sem rumo e sem administrador. Usou o símbolo um tanto quanto antiquado da vassourinha de Jânio Quadros, insinuando corrupção no atual governo municipal, e vive dizendo que a cidade está abandonada. Há inúmeros vídeos nesse sentido nas redes sociais.

O que para muitos parecia improvável, a aproximação entre os dois políticos, ocorreu essa semana, quando Dr. Sérgio participou de uma reunião do grupo político liderado por Setti, causando estupefação entre seus antigos aliados e piadas de seus adversários históricos. O prefeito também gravou um vídeo onde fica claro que está apoiando Luiz Antônio Setti. O material, de baixa qualidade, é praticamente inaudível.

A reportagem da Tribuna do Vale conversou com amigos e correligionários do atual prefeito de Jacarezinho. O interlocutor que foi mais compreensivo com ele imagina que sua atitude se compara à da moça que não sabe com qual dos quatro pretendentes vai se casar. Enquanto não se decide, todos param para esperar sua decisão. “O problema é que essa atitude cansa, e quando menos se espera, vem a chifrada”, diz o companheiro que preferiu não se identificar.

Dr. Sérgio teve uma carreira política exemplar até o momento. Foi vereador, secretário municipal de Saúde, vice-prefeito, prefeito, se reelegeu, presidiu o Cisnorpi, o G5, a Amunorpi – é o atual presidente – e corre o risco de jogar todo esse patrimônio político na lata do lixo da história.

O que mais choca seus amigos é que ele age como se tivesse perdido o sentido das coisas. Insinua aproximação a candidatos que até recentemente execravam sua administração e, inclusive, sua vida pessoal, causando perplexidade. ´´Esse Dr. Sérgio não é o cara com quem convivi nos últimos 30 anos. Dá impressão que ele perdeu a autoestima e respeito por si mesmo´´, desabafou um outro amigo, inconformado com a situação.

Luiz Antônio Setti já foi muito criticado pelo atual prefeito, que ironizava o fato de não conhecer obra na cidade inaugurada pelo ex-parlamentar. Setti foi deputado por 8 anos e aposentou-se ao perder a reeleição. Há 25 anos recebe aposentadoria R$ 8.440,75 mensalmente, o que totalizaria cerca de R$ 2,6 milhões no período.

Deixe um Comentário