Agronegócios

Digital, Ficafé começa com maior alcance ao público-alvo

Feira consegue levar o café produzido na região para compradores de outras regiões e outros países

* DA ASSESSORIA


Se a Ficafé (Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná ) 2020 não terá as tradicionais – e tão esperadas – degustações presenciais do café produzido na região, o fato de ser 100% digital garante que a produção cafeeira da região chegue a um público alvo ainda maior pelo alcance irrestrito de uma plataforma online. A feira teve a abertura oficial nesta terça-feira (20) com picos de presença que são maiores que os registrados nas edições presenciais, que acontecem desde 2008.

De acordo com Odemir Capello, consultor e gestor do projeto Cafés Especiais do Sebrae/PR, embora tenha sido um desafio realizar uma feira 100% digital, a Ficafé 2020 tem uma expectativa de ampliar o alcance do café do Norte Pioneiro. “São pouquíssimas as feiras 100% digitais e para nós foi um desafio realizar o evento neste formato. Mas conseguimos manter com qualidade até maior o propósito de gerar valor para o território Norte Pioneiro. Vamos levar o trabalho do local para o global”, avalia.

“E a edição digital favorece a participação de pessoas e empresas que não teriam condições de estar fisicamente. Já tivemos contato com gente da Alemanha e da Argentina, por exemplo. São quase 80 torrefações e cafeterias participando. Enviamos provas para 30 torrefações, enquanto nos anos anteriores este número não passava de 10. Ou seja, se por um lado houve esse desafio da edição digital, por outro estamos chegando mais longe”, completa Capello.

Carlos do Carmo Andrade Melles, diretor presidente do Sebrae Nacional e um dos grandes nomes na abertura da feira, elogiou a capacidade produtiva do Norte Pioneiro. “Vocês estão no melhor lugar do Brasil. Aí não foi só café, aí pode por a goiaba, pode por a uva, pode por o morango, pode por tudo. Esse é um oásis, esse Norte Pioneiro do Paraná é uma das regiões mais férteis do mundo, e com as pessoas melhores e mais competentes do mundo. Portanto, aí o céu é o limite”.

O gerente regional da CAIXA, Aparecido Carlos Gliote, também participou da abertura da feira e destacou a parceria do banco com produtores. “Temos R$ 12 bilhões especificamente para operações da safra 2020/2021. A CAIXA tem sido uma grande parceira da agricultora e manterá o apoio aos produtores da região para crédito rural”.

O presidente do IDR Paraná, Natalino Avance Souza, mais um a discursar no evento inicial da Ficafé, ressaltou a importância do evento para o café da região e o exemplo que a região dá para todo o Estado. “Temos o compromisso de contribuir com a qualidade do café, que é um produto ligado ao DNA do Paraná e uma cultura que ajudou a construir a principal agricultura do país. Hoje o Norte Pioneiro está mostrando que é possível produzir mais e com qualidade.

A Ficafé tem a ousadia mesmo em época de pandemia de mostrar que estamos presentes e queremos contribuir”. Participaram ainda da abertura oficial da Ficafé o secretário do Estado da Agricultura, Norberto Ortigara, o prefeito de Jacarezinho, Sérgio Eduardo de Farias, o deputado federal Pedro Lupion e representantes de diferentes órgãos e municípios de toda a região.

E a Ficafé segue com uma programação completa para produtores, empresários do ramo e consumidores. Eventos já conhecidos, como o Concurso de Cafés Especiais do Norte Pioneiro e o leilão de lotes de cafés especiais se mantém nesta edição digital e têm a companhia de 43 atividades entre oficinas e palestras do setor. Quem quiser participar desta série de atividades basta acessar www.ficafe.com.br e se cadastrar.

FICAFÉ

A Ficafé 2020 é uma realização da Acenpp (Associação dos Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná), Cocenpp (Cooperativa de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná) e Indicação de Procedência do Norte Pioneiro do Paraná, com patrocínio do e Sebrae/PR e da CAIXA e apoio da prefeitura municipal de Jacarezinho, IDR-Paraná, governo do Estado do Paraná, Sincafé (Sindicato dos Corretores de Café no Estado do Paraná, Fercomércio, Senac, Sistema Faep, Museu do Café, Amucafé (Associacão das Mulheres do Café do Norte Pioneiro), Probat, Seara, Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) e Yara.

*Lucas Aleixo, especial para a Acenpp

Deixe um Comentário