Andirá

Obras levam segurança e modernizam avenida cartão-postal de Andirá

Rua Goias em Andirá Foto Gilson Abreu/AEN

Agência de Notícias


Se você já passou por Andirá, no Norte Pioneiro, certamente conhece a Avenida Goiás. A via é um dos cartões-postais da cidade, corta um trecho bastante movimentado e com ótima oferta de serviços, servindo de ligação com pontos importantes do município, como a sede da prefeitura.

Agora, depois de muito tempo convivendo com diversos problemas estruturais, a avenida começa a ser revitalizada pelo Governo do Estado. O investimento é de R$ 623.643,77, com contrapartida municipal de R$ 11.498,06. Os recursos são Tesouro do Estado, em Transferências Voluntárias por parte da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas. A expectativa é que a obra seja concluída no primeiro semestre de 2021.

“O Governo do Estado tem por característica ser parceiro dos municípios. Há um planejamento de obras em andamento que busca a melhoria da qualidade de vida da população paranaense. É o caso da Avenida Goiás em Andirá”, afirma o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Será praticamente uma via nova, moderna, que vai garantir mais segurança para os motoristas que trafegam por lá diariamente e também para os pedestres”, acrescenta.

A reestruturação contempla toda a extensão da avenida, uma área total de 17.352 metros quadrados. Inclui pavimentação com aplicação de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), nova iluminação pública, sinalização horizontal e vertical, acessibilidade e a revitalização do canteiro central.

Estão sendo plantadas no local 160 quaresmeiras (nome popular) adultas da espécie Tibouchina Granulosa, uma árvore nativa da Mata Atlântica. “A diretriz do governador Carlos Massa Ratinho Junior é para a realização de obras e aquisições de equipamentos e serviços com potencial de promover mais qualidade de vida à população”, diz o secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Pública, João Carlos Ortega. “São intervenções com a capacidade de transformar um bairro, uma cidade, e até impactar a economia de uma região”, completa.

SATISFAÇÃO – Não é difícil o visitante se perder pelas diversas portas comerciais e placas de promoção que caracterizam a Avenida Goiás. É o setor de serviços que sustenta o grande movimento de veículos e pedestres. Tem de um tudo.

É da porta de um desses comércios, uma padaria das mais caprichadas, que o empresário Júlio César Barbosa Miranda acompanha a transformação da Goiás. Sempre que pode, ele troca o posto no caixa da panificadora pelo flerte com as máquinas trabalhando.

Júlio não tem dúvidas do bem que a revitalização vai fazer para Andirá. “A avenida estava muito feia, bem judiada. Teremos agora um asfalto bem-feito e, com certeza, tudo vai ficar mais bonito”, afirma.

Mesmo não morando na cidade, o carteiro aposentado Márcio Dias costuma visitar com frequência a Goiás. Sabe bem como era a via antes da intervenção do Governo do Estado. “Passo por aqui direto, era muito buraco. Estraga pneu, balanceamento. E as pessoas de idade ou com deficiência que precisam caminhar por aqui também sofriam bastante”, revela.

AÇÕES – Além da revitalização da Avenida Goiás, o pacote da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas contempla outras cinco ações em Andirá: as pavimentações das ruas Guaicurus e Vereador Odorico Domingues; do acesso do distrito industrial III; a aquisição de um caminhão caçamba e de dois automóveis de passeio. Somado, o investimento é de R$ 2,5 milhões. 

“Os objetivos são melhorar o transporte, dar condições para que a economia se fortaleça e, assim, transformar a vida das pessoas”, enfatiza Ortega.

BALANÇO – De acordo com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, são 1.297 ações em andamento desde 1º de janeiro de 2019 até o fim do primeiro semestre deste ano em municípios de todas as regiões do Paraná. O investimento supera a marca de R$ 1 bilhão. 

Deste total, pouco mais de R$ 426 milhões são de recursos do Tesouro do Estado, liberados para a execução de 930 ações. Os R$ 576,9 milhões restantes foram viabilizados pelo Sistema de Financiamento aos Municípios para 367 ações.

Apenas em pavimentação já foram liberados recursos para 690,7 quilômetros de asfalto, a fundo perdido, em 517 convênios. Equivale a uma área de 5,5 milhões de metros quadrados e envolvem, ainda, melhorias na sinalização, drenagem, calçadas, acessibilidade, terraplanagem e meio-fio.

Também foram 806,6 quilômetros em 329 convênios de empréstimo pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), operacionalizado pela Paranacidade e pela Fomento Paraná com juros reduzidos. A renovação da malha viária equivale a uma área de 6,4 milhões de metros quadrados.

Deixe um Comentário