Economia

Poupança passa a render 1,4% ao ano com Selic a 2%

Em ranking de renda fixa, debêntures lideram com rentabilidade bruta de 5,04% ao ano

Da Assessoria


Nesta quarta-feira (05/08), o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) reduziu a taxa Selic de 2,25% para 2% ao ano, nova mínima histórica. Com isso, o rendimento líquido da poupança passa a ser 1,4% ao ano e as debêntures lideram o ranking, com rentabilidade bruta de 5,04% ao ano, segundo levantamento do Yubb (www.yubb.com.br), maior buscador de investimentos do país. 

Confira na íntegra o ranking atual da rentabilidade dos principais investimentos em renda fixa:

InvestimentoRentabilidade bruta ao ano
Debênture5,04%
LF4,64%
RDB4,48%
Debênture Incentivada*4,35%
LC4,23%
CDB3,77%
LCI*2,68%
LCA*2,37%
Tesouro Selic2,00%
Poupança*1,40%

*Rentabilidade líquida, pois é isento de tributação

Para o fundador Yubb, Bernardo Pascowitch, a manutenção da Selic em baixa em 2020 sinaliza a incapacidade dos investimentos em renda fixa de gerarem aumento de renda. “Os investimentos em renda fixa estão se consolidando como opções apenas para quem deseja manter sua reserva de emergência e/ou conservar o seu patrimônio, mas não para quem deseja aumentá-lo. Para acumular mais patrimônio, é preciso migrar para a renda variável e buscar opções mais rentáveis”, detalha Bernardo. “Em 2015 e 2016, a Selic esteve em alta, mas o cenário mudou. Hoje, o investidor precisa se questionar: ‘Estou na renda fixa para conservar ou para acumular?’ Se for para acumular, ele está no lugar errado”.⠀

Buscador online e gratuito, conhecido como o “buscapé dos investimentos”, o Yubb mapeia investimentos em renda fixa e variável e recebe mais de 8 milhões de buscas por mês. Com três anos de funcionamento e uma proposta isenta, o Yubb não realiza nenhum tipo de transação, tendo a imparcialidade como o grande diferencial da plataforma.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo