Wenceslau Braz tem seis pré-candidatos a prefeito

Paulo Leonar, Taidinho, Rick, Polaco, Marcelo Fayad e Omar Andraus: disputa deve ser acirrada

Da Redação


O cenário político em Wenceslau Braz se apresenta aos eleitores repleto de possibilidades e indefinições. No momento seis nomes despontam como pré-candidatos a prefeito: Paulo Leonar, Taidinho, Rick, Polaco, Marcelo Fayad e Omar Andraus. Caso sejam confirmadas para o pleito o município terá número recorde de candidatos em uma eleição municipal, uma vez que nunca houve mais que quatro postulantes ao cargo de chefe do Poder Executivo em uma mesma disputa.

Paulo Leonar (Progressistas) é o atual prefeito. Em sua primeira gestão teve um início de mandato muito conturbado e sofreu três tentativas de cassação por parte da câmara de vereadores, que é majoritariamente de oposição, com direito até a projeto para pavimentação de ruas reprovado. Apesar disso conseguiu se estabilizar e se apoia em obras públicas para reverter o cenário – destaque para a construção de um novo centro cirúrgico para o hospital local, que desde 2013 não realiza partos, ampliação da rede de coleta e tratamento de esgoto, iluminação led em todo município e casas populares.

Atahyde Ferreira dos Santos Júnior, o Taidinho (PSD), foi prefeito por 8 anos nos mandatos anteriores a Paulo Leonar e deixou o governo com boa aprovação muito em virtude de obras públicas realizadas e melhorias visíveis no centro da cidade. O ex-gestor tem a seu favor ainda um forte grupo político, com sete dos nove atuais vereadores, e o maior número de alianças para dar suporte à possível futura candidatura. Entretanto, pesa contra o número de processos que Taidinho está envolvido e o risco de ineligibilidade em virtude do andamento dessas questões jurídicas.

Paulo Henrique Lima, o Rick (Podemos), é vereador em primeiro mandato e surpreendeu ao anunciar a pré-candidatura a prefeito do município durante a semana passada, embora já tivesse dados sinais que pudesse tentar a eleição majoritária pela boa avaliação de sua legislatura. De cara já apresentou o pré-candidato a vice na chapa, o arquiteto Luiz Fernando Souza, e tem o importante e irrestrito apoio da Renovação Carismática Católica para viabilizar a presença no pleito.

Luiz Carlos Vidal, o Polaco (PSB), foi o segundo colocado nas eleições municipais de 2016, com 3,4 mil votos após ter uma participação de destaque na câmara de vereadores entre 2013 a 2016. Também foi secretário municipal de Saúde na gestão Taidinho. Tem a própria base política formada e apoio da direção estadual de seu partido. Fica a dúvida se terá condições (e empenho) em levar a pré-candidatura adiante ou se aceitará ser vice em alguma outra chapa.

Marcelo Fayad (PRP) é mais uma surpresa nessa lista. Farmacêutico, professor e empresário já foi candidato a vereador em eleições passadas, porém sem sucesso. Agora, com alguns importantes apoios, lançou a pré-candidatura e parece efetivamente disposto a entrar na briga pela prefeitura. É mais um nome a já ter citado um pré-candidato a vice-prefeito, o ex-vereador e agricultor José Antônio Reis.

Omar Andraus (PTB) fecha a extensa lista. Engenheiro e advogado é irmão do ex-prefeito Cristóvam Andraus e também disputou as eleições municipais de 2016, ficando na quarta – e última – colocação. Apesar disso, saiu da campanha com o nome em alta pela capacidade ímpar de dialogar em debates e boas ideias para o município. Também tem base política formada, mas dá indícios, até pela idade já avançada, que pode compor alguma chapa como vice.

Legenda:

Município pode ter uma das eleições mais disputadas dos últimos anos