GeralPOLICIAL

Jovens executados em cafezal podem ter sido atraídos para o local do crime

Carro de uma das vítimas foi encontrado abandonado, com a chave na ignição, próximo ao local do duplo homicídio

S.A.PLATINA

Luiz Guilherme Bannwart


A Polícia Civil investiga se os dois jovens assassinados a tiros na quinta-feira (30), na zona rural de Santo Antônio da Platina, foram atraídos para o local do crime. O carro de uma das vítimas, Alexandre Fonseca, 20 anos, foi encontrado abandonado, com a chave na ignição, em uma estrada próxima ao local do duplo homicídio. Outra hipótese investigada pelas equipes da 38ª Delegacia Regional de Polícia, no entanto, é se o assassino estava dentro do carro e teria obrigado Alexandre e Vitor Miguel Borba Viana, 16 anos, a se dirigirem ao local das execuções.

Os corpos de Alexandre e Vitor foram encontrados no fim da tarde de quinta-feira por um trabalhador rural, em um cafezal, no bairro Água Branca. As vítimas estavam de bruços, com as mãos amarradas e alvejadas com tiros de pistola (nove milímetros e 380) na nuca, tórax, braços e pernas.

Corpos foram encontrados na tarde de quinta-feira em um cafezal no bairro Água Branca

O delegado Rafael Guimarães, responsável pelo caso, confirmou que Alexandre Fonseca tinha antecedentes criminais e que Vitor Miguel Borba Viana também já havia sido detido pela Polícia Militar, contudo, apesar da evidente suspeita de se tratar de um acerto de contas, a motivação para o duplo homicídio ainda é investigada.

Policiais militares e investigadores da Polícia Civil recolheram vários projéteis no local do crime e apreenderam o carro de Alexandre Fonseca para perícia. A polícia também deve ouvir testemunhas no decorrer dos próximos dias para esclarecer as mortes.

O corpo de Alexandre Fonseca foi sepultado nesta sexta-feira (31), em Santo Antônio da Platina. O corpo de Vitor Miguel Borba Viana será sepultado na manhã deste sábado (1º), em Jundiaí do Sul.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios