Após 21 anos de tradição, cidade fica sem bolo de Santo Antônio

Comemoração que estava programada para o aniversário do município (20 de agosto) foi cancelada em virtude da pandemia de Covid-19

Cultura ainda estuda se será possível organizar algum tipo de programação garantindo a segurança da população. FOTO: BOLO
CRÉDITO: TONHO

Dayse Miranda, especial para Tribuna do Vale 


O tradicional bolo de Santo Antônio Casamenteiro, realizado pelo Movimento Cursilho de Cristandade (MCC) foi cancelado neste ano em virtude da pandemia de Covid-19.

O bolo, que é confeccionado em comemoração ao dia Santo Antônio de Pádua – padroeiro de Santo Antônio da Platina – tinha sido adiado para o aniversário da cidade, que se comemora no dia 20 de agosto. Mas foi pensando na segurança dos milhares de fiéis e nos voluntários que trabalham na confecção do doce, que optaram pelo cancelamento neste ano.

Essa é a primeira vez em 21 anos que a cidade não terá o tradicional bolo. A devoção a Santo Antônio leva todos os anos milhares de fiéis à frente da Igreja Matriz para garantir o seu pedaço.

Na edição anterior, o bolo de 46 metros, contava com 1.700 santinhos, e para a massa feita de pão de ló, 3.960 ovos, 150 quilos de farinha de trigo e 93 litros de calda. A tradição é tão forte que em 2018 chegou a faltar bolo, devido à grande demanda.

LENDA – No dia 13 de junho se comemora o famoso dia de Santo Antônio Casamenteiro. Segundo a lenda, quem achar a medalhinha do santo dentro do bolo irá encontrar o seu par para casar. Mas neste ano em especial, os devotos do santo precisarão esperar por mais um ano. 

ANIVERSÁRIO DE SAP –Santo Antônio da Platina completa no dia 20 de agosto, 106 anos de emancipação política. Em 2019, as comemorações tiveram início no dia 16 incluindo na programação: shows, culto, festival de fanfarras e celebração de missa. Neste ano, em virtude da pandemia por Covid-19, o Departamento de Cultura ainda estuda se será possível organizar algum tipo de programação garantindo a segurança da população.