Trecho de acidente fatal na PR-092 quase provoca mais uma tragédia

PERIGO

Funcionário da Copel sofreu queda de moto provocada por irregularidades no asfalto e quase foi atropelado por caminhão

O radialista Éder Luiz Pacheco estourou o pneu do carro e danificou a suspensão ao cair em um buraco na PR-218
CRÉDITO: Éder Luiz Pacheco

Luiz Guilherme Bannwart

Um funcionário da Copel foi mais uma vítima das más condições de tráfego na PR-092, trecho entre Santo Antônio da Platina e Joaquim Távora. Na tarde de quinta-feira (18) ele sofreu uma queda de moto na pista, e só não foi atropelado por um caminhão graças à perícia do motorista, que arriscou a própria vida ao desviar o veículo para o acostamento no lado oposto da rodovia.

O acidente foi flagrado pelo empresário Marcelo Reich, que parou para prestar socorro à vítima. “A moto passou por um buraco na pista e furou o pneu dianteiro. O condutor caiu no asfalto e rolou na pista, e só não foi atropelado por um caminhão porque o motorista conseguiu desviar para o acostamento. A rodovia está cheia de buracos e com predas soltas no asfalto, alguma coisa precisa ser feita com urgência para se evitar mais tragédias”, cobra o empresário.

De acordo com a tenente do Corpo de Bombeiros, Ivna Caroline Dias, o condutor da motocicleta foi identificado como Douglas Mota Geraldini, 29 anos. Ele foi conduzido ao pronto-socorro de Santo Antônio da Platina com escoriações pelo corpo, porém, consciente e orientado.

Acidente fatal

No dia 11 de junho, Irineu dos Santos Abreu, 24 anos, morreu no mesmo trecho da rodovia após colidir o VW Gol que dirigia contra um carreta. Um passageiro do carro ficou gravemente ferido. No dia seguinte ao acidente, um representante comercial gravou um vídeo mostrando os riscos que a rodovia oferece aos motoristas, cobrando manutenção ao Departamento de Estradas de Rodagens do Paraná (DER-PR).

PR-218

Situação semelhante ocorre no km 28 da PR-218, entre Joaquim Távora e Carlópolis. Na noite de segunda-feira (15), o radialista Éder Luiz Pacheco teve apenas prejuízos materiais ao passar com o carro sobre um buraco na rodovia, mas o acidente também poderia ter terminado em tragédia. O carro estourou um dos pneus dianteiros e danificou a suspensão.

Outro lado

A reportagem entrou em contato com o Departamento de Estradas de Rodagens (DER-PR) em Curitiba, mas foi orientada a procurar o escritório regional do órgão em Jacarezinho ou a superintendência em Londrina. O número informado para contato em Jacarezinho não atende, e em Londrina a pessoa que atendeu a ligação disse que era feriado na cidade, informando que o responsável não se encontrava no local.