Geral

Falta de ação política frustra Siqueira Campos

Paulo Lima – de Siqueira Campos

A população de Siqueira Campos está unida no sentido de vencer essa pandemia. As pessoas estão atendendo a todos os decretos e normas de segurança para conviver com a “era do coronavírus” e há pouco clima para política mesmo sendo um ano eleitoral.

Essa semana dois fatos abalaram pessoas que manifestaram suas indignações nas redes sociais. O primeiro caso ocorreu na USB – Unidade Básica de Saúde do Bairro Nascente do Sol. Esse prédio foi inaugurado pelo prefeito interino Luiz Henrique Germano, no dia 2 de julho de 2019. Na época foi inaugurada a toque de caixa, às pressas e as obras não foram finalizadas totalmente.

A prefeitura deveria fazer as obras de contenção das enxurradas para evitar o que aconteceu novamente essa semana. As chuvas inundaram a UBS, deixando funcionários sem trabalhar e população sem atendimento. O que mais indignou populares foi uma foto que o atual vice-prefeito Luiz Henrique Germano postou nas suas mídias sociais, dizendo que a unidade de saúde seria um dos seus feitos, pois além de pegar a obra com 95% ainda não terminou adequadamente.

O Atual prefeito o Fabiano Lopes disse que tinha deixado a obra quase concluída, mas precisava fazer as contenções e o Luiz Germano, quando estava interinamente na prefeitura, optou por inaugurar sem fazer as obras de prevenção contra as enxurradas.

Fabiano disse ainda que vai arrumar e concluir as obras, ignorando o fato de que o erro, segundo lideranças, o apontam como responsável pelo problema. O prefeito deveria informar as autoridades e abrir um processo administrativo para apurar os fatos e, se for comprovado, que houve má fé ou ato político, ingressar com uma ação de reparação de danos aos cofres públicos.

Duplicação

Outra notícia que causou revolta na população siqueirense, foi o anúncio de que será feita a duplicação da PR 092 para combater os acidentes, fora do perímetro urbano.  Foi feita uma audiência pública para explicar como seriam investidos os R$ 51 milhões. No projeto apresentado só vai ser contemplado a área industrial, deixando toda o perímetro urbano e as entradas e trevos descobertos. 

“Mais uma vez os políticos de Siqueira Campos trabalharam contra a população”, apontou um cidadão pelas redes sociais. O prefeito Fabiano Lopes Bueno já conhecia o projeto desde 2014, e no ano passado, o prefeito interino, Luiz Henrique Germano, também teve conhecimento e nenhum dos dois brigaram ou pediram para estender a duplicação para o resto da cidade.

Como não bastasse tudo isso, agora tentou reverter a situação indo procurar o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex para pedir a extensão da duplicação em todo perímetro urbano.  Tudo isso são atitudes políticas e não administrativas, apontou um cidadão, Germano errou, errou feio e agora se intitula como o pai da obra, mas a obras tem projeto falho que não beneficia toda a população.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios