Ribeirão Claro e Salto do Itararé entram na lista de cidades em situação de epidemia

Números da doença continua crescendo e região já tem mais de quatro mil casos

Da Redação


O número de pacientes diagnosticados com dengue em municípios do Norte Pioneiro segue em franco crescimento. Semanalmente são centenas de novos casos registrados pela 19ª Regional de Saúde. Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Cambará, Figueira, Barra do Jacaré, Ribeirão Claro e Salto do Itararé estão em situação de epidemia da doença – os dois últimos entrando em estado epidêmico nesta semana. 

O caso mais grave, entretanto, segue sendo em Jacarezinho, primeiro município da região a ter a situação de epidemia em 2020, e que tem confirmados 2.384 casos de dengue. Santo Antônio da Platina aparece com 997. Cambará contabilizou até o momento 271 casos da doença. Em Figueira são 113 diagnósticos positivos. Carlópolis tem 65 pacientes com dengue. Ribeirão Claro teve a confirmação de 40 casos. Em Bara do Jacaré são 33 pessoas infectadas pela doença. Já em Salto do Itararé são 23 os casos confirmados. 

Os números, divulgados no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) na tarde de ontem (28), mostram crescimento dos casos em todos os municípios listados. 

Outros municípios, como Conselheiro Mairinck, Ibaiti, Jaboti, Japira, Joaquim Távora, Pinhalão, Quatiguá, Santana do Itararé, Siqueira Campos, Tomazina e Wenceslau Braz também registram casos da doença, mas em números bem menos alarmantes. . 

INVESTIGAÇÃO

O número de casos em investigação continua grande, o que deve manter a curva de crescimento dos índices da doença na região. Santo Antônio da Platina, por exemplo, tem 250 pacientes que aguardam o resultado dos exames para saber se foram infectados pela doença ou não. Em Cambará o número é ainda maior: 271. Jacarezinho tem 82 casos nesta situação. 

Um caso interessante a se destacar neste aspecto é Ibaiti, que até o momento tem apenas cinco casos confirmados, mas 66 em investigação, o que poderia trazer um número já preocupante se metade desses pacientes testasse positivo para dengue. 

PANORAMA ESTADO

O Paraná totaliza 142.098 casos de dengue, com 13.693 casos a mais que a publicação da semana anterior, que trazia 128.405 confirmações. Este monitoramento da dengue começou a ser feito em julho de 2019 e segue até julho de 2020.

338 municípios têm casos confirmados e até o momento o Estado registra 111 óbitos por dengue. Os casos notificados passam de 278 mil e abrangem 370 cidades.

Estão em epidemia 216 municípios; 13 confirmaram situação a partir deste boletim: Catanduvas, Lindoeste, Janiópolis, Jandaia do Sul, Marilândia do Sul, Novo Itacolomi, Assaí, Santo Antônio do Paraíso, Arapuã, Ariranha do Ivaí e Lidianópolis, além dos já citados Ribeirão Claro e Salto do Itararé,.

Em situação de alerta estão 26 municípios; cinco entraram nesta semana: Ampére, Planalto, Guaraniaçu. Califórnia e Congoinhas.

Neste período, o estado tem 7 casos confirmados de chikungunya, um caso foi registrado no informe desta semana, na cidade de Andirá. Todos são casos importados e foram adquiridos em outros estados.