Ana Micó toma posse na direção do Hospital Regional

Indicação de ex-secretária da Saúde platinense casou mal-estar na base regional do governador Ratinho Junior

Luiz Guilherme Bannwart


A enfermeira e ex-secretária de Saúde de Santo Antônio da Platina, Ana Cristina Micó da Costa, foi empossada na tarde desta terça-feira, 29, no cargo de diretora geral do Hospital Regional do Norte Pioneiro (HRNP). A solenidade discreta aconteceu em Curitiba, apenas com a presença do presidente da Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Estado do Paraná (Funeas) Marcello Augusto Machado, do prefeito José Coelho Neto (PHS) e do secretário de Planejamento Airton Sérgio Diniz.

O evento estava previsto para a tarde desta terça-feira (29) no Hospital Regional do Norte Pioneiro, no entanto, em razão de alterações na agenda do presidente da Funeas, segundo teria informado a própria Ana Micó à imprensa local, a formalização do processo de sua nomeação ocorreu na capital paranaense.

Ao longo do dia, especulou-se a possibilidade da indicação de outro nome para a chefia do Hospital Regional. O desempenho questionável de Ana Mico frente à Secretaria de Saúde de Santo Antônio da Platina e a falta de consenso entre as lideranças políticas da região, principalmente entre pessoas próximas ao governador Ratinho Junior, causou mal-estar em sua base regional. Há quem assegura, inclusive, que a viagem de Ana Micó com o prefeito Zezão e o coronel Diniz a Curitiba foi uma clara tentativa de reverter decisão pela escolha de outro nome para chefia da unidade de saúde.

Documentos recebidos pela Tribuna do Vale e o Tá No Site ao longo desta terça-feira relevam que a indicação da ex-secretária de Saúde platinense para a direção geral do HRNP deve ser ponderada pela equipe de governo para evitar desgastes ainda maiores na imagem de Ratinho Junior no Norte Pioneiro.

Políticos da região ouvidos pela reportagem questionaram, por exemplo, a postura de Ratinho Junior em aceitar a indicação para a chefia do Hospital Regional de um prefeito que não o apoiou nas eleições (referindo-se ao humanista José da Silva Coelho Neto, o Professor Zezão).

Por outro lado, conforme publicou o Blog do Marcos Júnior, Ana Micó teria se credenciado para a direção geral do HRNP em função de uma parceria firmada entre o município e o Hospital do Rocio, em Campo Largo, para reduzir a fila de espera em cirurgias em pessoas que aguardavam por procedimentos desde 2016. Algo irrelevante, aos olhos da população, comparado a sua trajetória na Secretaria Municipal de Saúde.