Paraná

Governo Ratinho Jr dá ‘pontapé inicial’ com primeira reunião de trabalho com o secretariado

Redação Bem Paraná com ANPR


Após a cerimônia de posse realizada na manhã de ontem (1º de janeiro), o governo Ratinho Junior terá o seu ‘pontapé inicial’ nesta quarta-feira (02 de janeiro), quando acontece a primeira reunião de trabalho com o secretariado. Ontem, após a solenidade de posse, o novo chefe do Poder Executivo já nomeou os 15 secretários de Estado.

Na reunião de hoje, marcada para às 16 horas no Palácio Iguaçu, o governador do Paraná deve apresentar o planejamento das ações do governo para os próximos 120 dias (quatro meses).

Além de enxuto, o secretariado formado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) combina nomes de perfil político escolhidos já integrava o grupo político que apoiou a candidatura de Ratinho Jr desde o início de seu projeto para chegar ao comando do Estado, ainda nas eleições de 2014. 

Apesar de ter dito durante a campanha que não negociaria cargos com partidos em troca de apoio, o governador escolheu para o núcleo político de seu governo quatro parlamentares com mandato: os deputados estaduais Guto Silva (Casa Civil) e Márcio Nunes (Desenvolvimento Ambiental e Turismo), e os deputados federais Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) e Ney Leprevost (Justiça, Família e Trabalho), todos do partido de Ratinho Jr. Também escalou o experiente deputado federal Reinhold Stephanes, igualmente do PSD, para a nova Pasta da Gestão Pública, que cuidará das áreas de administração e previdência, que estão entre as mais desafiadoras do futuro governo. 

Assim como Márcio Nunes, Guto Silva chega ao governo após apenas um mandato na Assembleia Legislativa. Ele já havia ocupado a sub-chefia da Casa Civil no governo Beto Richa e é um dos homens de confiança do novo governador. 

Sandro Alex foi reeleito em outubro para o terceiro mandato na Câmara. Irmão do prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSDB), ajudou a coordenar a campanha de Ratinho Jr na região e foi o mais votado entre os deputados que buscaram a reeleição no Estado. 

Márcio Nunes foi vice-prefeito de Campo Mourão (região Noroeste), e presidente do Instituto das Águas do Paraná no governo Beto Richa. Também foi líder do PSD na Assembleia. 

Completando o núcleo político do novo governo, Ney Leprevost está no terceiro mandato na Assembleia e foi eleito deputado federal em outubro. Derrotado no segundo turno da eleição para prefeito de Curitiba por Rafael Greca (PMN), em 2016, é apontado desde já como um dos pré-candidatos do grupo de Ratinho Jr à sucessão na Capital para 2020, ao lado do deputado federal e deputado estadual eleito Fernando Francischini (PSL). 

Continuidade

O novo governador também aproveitou nomes que compuseram a equipe do antecessor, Beto Richa. Entre eles Norberto Ortigara, que já havia comandado a Secretaria de Agricultura na administração tucana, e João Carlos Ortega, que foi diretor-geral da Secretaria de Desenvolvimento Urbano na gestão do próprio Ratinho Jr e depois assumiu a Pasta quando ele deixou o cargo para se decicar à candidatura ao governo. 

Surpresa

Entre as “surpresas” do secretariado do novo governo está o empresário Renato Feder, executivo do grupo Multilaser, do setor de eletrônicos e informática e foi escolhido para comandar a Secretaria de Educação. A escolha surpreendeu, já que sua experiência na área se restringe a oito meses como assessor voluntário da Secretaria de Educação de São Paulo, além de ter sido professor de matemática por oito anos e de economia na universidade Mackenzie por quatro anos. Também foi diretor, por oito anos, do Colégio ALEF, escola de São Paulo sem fins lucrativos. Ele terá a missão de apaziguar a relação do governo com os professores, abalada por uma série de conflitos durante a administração de Beto Richa, que culminaram no episódio do confronto de 29 de abril de 2015 entre servidores em greve e policiais militares no Centro Cívico, durante a votação pela Assembleia Legislativa de medidas de ajuste fiscal propostas pelo tucano. 


Primeiro escalão

O secretariado do governo Ratinho Júnior

Guto Silva – Secretaria da Casa Civil
Hudson José – Secretaria de Estado de Comunicação Social e Cultura
Sandro Alex – Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística
Beto Preto – Secretaria de Estado da Saúde
Raul Siqueira – Controladoria Geral do Estado 
Reinhold Stephanes – Secretaria de Estado de Gestão Pública
Renê de Oliveira Garcia Júnior – Secretaria de Estado da Fazenda
Renato Feder – Secretaria de Estado da Educação e Esporte
Ney Leprevost – Secretaria de Estado de Justiça, Família e Trabalho
Letícia Ferreira da Silva – Procuradoria Geral do Estado
Márcio Nunes – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental e Turismo
João Carlos Ortega – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas
Luiz Felipe Kraemer Carbonell – Secretaria de Estado de Segurança Pública
Norberto Ortigara – Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento
Valdemar Bernardo Jorge – Secretaria de Estado de Planejamento e Projetos Estruturantes

Outros nomes da nova administração:
Claudio Stabile – Presidente da Sanepar
Eduardo Bekin – Presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento
Jorge Lange – Presidente da Cohapar
Heraldo Alves das Neves – Presidente da Fomento Paraná
Coronel Péricles de Matos – Comando Geral da Polícia Militar
Silvio Jacob Rockembach – Delegado-geral da Polícia Civil 
Major Welby Pereira Sales – Chefe do Gabinete Militar da Governadoria
Wilson Bley Lipski – Presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE)
Coronel João Alfredo Zampieri – DER-PR
Coronel César Kogut – Detran/PR
Luiz Fernando Garcia da Silva – Presidente da Administração Portuária dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA)
Daniel Wesley Vilas Bôas – Chefia de Gabinete do governador
Daniel Pimentel Slaviero – Presidente da Copel
Allan Costa – Presidente da Celepar

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo