Com doação de imóvel, Yazaki vai gerar mais 700 empregos em 2019

Multinacional representa 28% do ICMS gerado em Santo Antônio da Platina e emprega 2102 funcionários

Da Redação


Vereadores e assessores jurídicos do Legislativo durante visita à Yazaki
Foto: Divulgação

A Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Platina, por unanimidade, em segunda e última votação, aprovou projeto de lei do Executivo, doando em definitivo o imóvel onde está instalada a planta industrial que a Yazaki Mercosul possui neste município. A decisão atende protocolo assinado em 2004, na gestão do ex-prefeito Flávio Maiorky (PSDB) pelo qual o município se comprometia a ceder o imóvel mediante algumas condições, entre as quais, gerar 300 empregos diretos e investir R$ 5 milhões num prazo de cinco anos.

Com a posse em definitivo, a multinacional japonesa se vê liberada para realizar novos investimentos na planta platinense, o que vinha sendo limitado em razão da insegurança jurídica causada pela posse provisória do imóvel. Com isso, a direção da empresa anuncia para 2019 a geração de mais 700 empregos diretos nesta fábrica, elevando para cerca de três mil postos de trabalho na unidade.

Isso será possível porque a Yazaki fechou contratos para abertura de mais três linhas de produção para equipar carros híbridos que passarão a ser produzidos pelas montadoras de veículos instaladas no país.

Atualmente a empresa emprega 2102 funcionários diretos e mais 300 indiretos. Desse total, 1860 trabalhadores são de Santo Antônio da Platina, gerando um grande impacto social e econômico na comunidade local.

Doação

O imóvel que está sedo transferido em definitivo pelo Município à Yazaki é avaliado em R$ 7,2 milhões. A empresa, que deveria investir pelo menos R$ 5 milhões na unidade, desde sua instalação na cidade já aplicou R$ 61 milhões em edificações e equipamentos, segundo relatório encaminhado aos vereadores. Neste mesmo período a indústria gerou R$ 136 milhões em ICMS, representando, atualmente, 28% da arrecadação deste tributo no município.

Além de suas ações industriais, a Yazaki contribui coma economia local ao realizar compras de suas necessidades no próprio comércio platinense. Nos últimos seis meses o uso de fornecedores locais gerou receita que ultrapassa R$ 540 mil.

“Além dos benefícios que proporciona à economia local, a atuação da Yazaki aquece a economia regional ao proporcionar empregos em vários municípios ao gerar oportunidades de trabalho a operários da região. A abertura de mais 700 vagas de trabalho vai ampliar esses benefícios”, pondera o vereador Genivaldo Marques (PSDB).

O crescimento da empresa provocou significativa mudança no perfil econômico de Santo Antônio da Platina, que consolidou sua posição de polo econômico regional. Empreendimentos imobiliários, instalação de novas empresas, entre outros, revela a influência positiva da Yazaki no município.