Economia

Auxílio Brasil terá 10 saques neste mês de março; confira calendário

Governo federal já liberou o calendário completo do Auxílio Brasil para o mês de março. Veja as datas e quem recebe o dinheiro.

Por Carlos Rocha


Os novos pagamentos do Auxílio Brasil começarão a ser pagos no dia 18 de março. Os repasses seguem o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Portanto, veja o calendário completo do Auxílio Brasil e quem recebe o dinheiro.

Os repasses básicos do programa são de R$ 400. Além disso, o governo federal estipulou que o Auxílio Brasil terá nove benefícios extras. Os valores e condições variam conforme cada situação, com alguns pagamentos sendo cumulativos.

Os benefícios adicionais são: Auxílio Primeira Infância, Auxílio Composição Familiar, Auxílio Superação da Extrema Pobreza, Auxílio Criança Cidadã, Bolsa de Iniciação Científica Júnior, Bolsa Esporte Escolar, Benefício Inclusão Produtiva Rural, Benefício Inclusão Produtiva Urbana e Benefício Compensatório de Transição.

Auxílio Brasil: calendário de pagamentos

Confira os pagamentos do Auxílio Brasil que serão feitos neste mês de março:

  • NIS final 1: 18 de março de 2022;
  • NIS final 2: 21 de março de 2022;
  • NIS final 3: 22 de março de 2022;
  • NIS final 4: 23 de março de 2022;
  • NIS final 5: 24 de março de 2022;
  • NIS final 6: 25 de março de 2022;
  • NIS final 7: 28 de março de 2022;
  • NIS final 8: 29 de março de 2022;
  • NIS final 9: 30 de março de 2022;
  • NIS final 0: 31 de março de 2022.

Os beneficiários devem fazer o saque ou utilizar o dinheiro em até 120 dias. Caso contrário, o recurso será devolvido. A movimentação do pagamento pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Tem (Android ou iOS) ou pelo cartão cidadão. Quem tem o cartão Bolsa Família ainda pode obter o dinheiro como no antigo programa.

Como se inscrever no Auxílio Brasil

As inscrições no Auxílio Brasil são automáticas, sendo realizadas pelo Ministério da Cidadania. Todavia, é necessário que o interessado cumpra algumas regras para ser selecionado. Confira:

  • Ser registrado no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Fazer parte de família em situação de extrema pobreza ou em situação de pobreza.

O governo federal considera que famílias em situação de pobreza possuem renda per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00. Já a situação de extrema pobreza ocorre quando a família possui renda de até R$ 150 por pessoa.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!