Destaques

Arilson: Copel está preocupada com acionista, não com o povo do Paraná

BANCADA DE OPOSIÇÃO

Ao mesmo tempo que o governo Ratinho Jr. ataca direitos e desrespeita servidores públicos do Estado, a Copel aumenta distribuição de lucro para fundos de investimentos de policiais, bombeiros e professores dos EUA

“Não é com o povo do Paraná que eles estão preocupados, muito pelo contrário”, disse hoje (12) o deputado Arilson Chiorato (PT) em discurso na Assembleia Legislativa (Alep) sobre a gestão do governo Ratinho Jr. na Copel. “Eles só estão preocupados em aumentar o lucro dos acionistas estrangeiros”, completou.

Líder da oposição, Arilson voltou a criticar a política de distribuição de lucros adotada pelo governo Ratinho Jr. Em 2021, a Copel registrou lucro de R$ 5,1 bilhões e optou por distribuir aos acionistas 65% desde montante, quando poderia destinar apenas 25%, percentual mínimo exigido na legislação.

“O governo optou por dividir com os acionistas R$ 3,1 bilhões do lucro, em vez de distribuir R$ 1,3 bilhão. Ou seja, quase R$ 2 bilhões em dinheiro que deveria ser usado para beneficiar a população, mas que foi destinado aos investidores internacionais”, explicou.

Segundo Arilson, a tarifa de energia no Paraná poderia ser 15% menor se a Copel diminuísse a distribuição de lucro aos acionistas. “O mercadinho que paga hoje R$ 1 mil de energia, poderia pagar R$ 850. Quem paga R$ 200 de energia em casa, a conta deveria ser de R$ 150”.

O deputado também denunciou a contradição do governo estadual, que aumenta o lucro de fundos de investimentos de policiais, bombeiros e professores dos Estados Unidos, enquanto desvaloriza, desrespeita e ataca direitos dos policiais, bombeiros e professores do Paraná.

“É uma contradição. Quando o fundo da previdência da polícia e dos bombeiros de Los Angeles ganha com as ações da Copel, é um desrespeito com a polícia do Paraná. Quando o fundo de previdência dos professores de Nova Iorque ganha dinheiro com o aumento na distribuição do lucro da Copel, é um desrespeito com os professores do Paraná, com todos os servidores, e principalmente com a população. Quando o fundo da previdência dos aposentados da Califórnia ganha dinheiro com a Copel, é uma decisão política que favorece estrangeiros, em vez de beneficiar o povo do Paraná! Não é com o povo paranaense que eles estão preocupados, muito pelo contrário, é gerar lucro para fundos de investimentos estrangeiros”.

Por fim, Arilson fez um alerta sobre uma licitação da Copel e Compagás para contratação de serviços de manutenção de rede. Segundo o parlamentar, o edital de contratação coloca o valor do serviço em sigilo, uma prática que, embora não seja ilegal, é imoral, que não condiz com o governo do “compliance”.

“Sabemos que existe autorização legal, mas é uma prática que não condiz com o governo do ‘compliance’. Não condiz com o governo da transparência. Não condiz com a propaganda do governador que passa na televisão. Além disso, o edital foi publicado no dia 7 de abril, mas o início do recebimento das propostas foi dia 15 de março. Com valor sigiloso. É uma prática imoral”, decretou.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!