Destaques

Produção Orgânica foi o tema de curso realizado na Câmara de Vereadores

À frente da programação estavam APLA/CREA-PR e IDR-PR/EMATER

Jornalista Fábio Galhardi

Assessoria

O Engenheiro Agrônomo com doutorado e mestrado, Celso Katsuhiro Tomita, de Brasília (DF) foi o palestrante responsável por abordar importantes assuntos dentro do Curso de Produção Orgânica que aconteceu no plenário do Legislativo platinense, na quarta e quinta-feira, dias 5 e 6 últimos.

O curso foi promovido pela Associação Platinense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Apla), com apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR) em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR) – Iapar-Emater.

O conteúdo programático do evento envolveu: Manejo microbiológico da produção orgânica de hortaliças e fruteiras; Agroecosistema; Conservação e manejo de solos; Planta e culturas; Manejos integrados de ervas, pragas e doenças de plantas e do solo; Conservação e manejos; Manejos de pós-colheita; Compostagem e bioativação do sistema produtivo, etc. Os participantes, em sua maioria, eram engenheiros agrônomos do IDR-PR, além de profissionais do mesmo segmento do setor privado da região, como foi o caso do engenheiro agrônomo Claudinei Farias Lima da AgroBaum Agronegócio, do município de Pinhalão.

Palestrante – Celso Tomita é consultor especializado e aplicador em modelos de produção sustentável, regenerativa, agroecologia, orgânica, integrada e agropecuária sustentável, em mais de 25 estabelecimentos rurais, cerca de 720 mil de hectares de áreas de produção atendidos; Produtor orgânico de hortaliças por mais de 34 anos, e produtor de 27 tipos diferentes de hortaliças, com ênfase na cultura de hortaliças e fruteiras, especialmente (hortaliças) tomate, batata, cebola, morango, alho e hortaliças folhosas orgânicas.

Associação – Na abertura do curso, que se deu na manhã de quarta-feira, 5, o Presidente da Apla, Fernando Ribeiro dos Santos disse da satisfação da parceria feita com o IDR-PR, que começou em 2023 na cidade. Segundo ele “não conseguimos fazer nada sozinhos”. Chamou a atenção para a importância de filiação à Apla que é uma das associações no Estado que mais capta recursos da Fomento Paraná, patrocinando e realizando importantes eventos e oferecendo cursos que tem dado bons resultados aos profissionais engenheiros, técnicos de suas áreas.

IDR-PR – O Gerente Regional do IDR-PR, Maurício Castro Alves, disse que “temos trabalhado com a Apla e o Crea-PR faz tempo. O Paraná inteiro faz este trabalho e aqui na região identificamos esta oportunidade que tem proporcionado bons resultados, porque o Crea-PR facilita esta parte financeira de pagar bons palestrantes. Esse aqui, específico da produção orgânica com o palestrante Tomita, ele é muito bom, tem renome nacional e internacional então qualifica nossa equipe para que possamos estar atendendo melhor a agricultura orgânica na região que está crescendo positivamente”.

Maurício ainda fez um raio-x da realidade da produção orgânica no Norte Pioneiro com destaque para pitaia, banana, goiaba, abacaxi, tomate, etc. Mencionou sobre a adubação verde, palha de café  e enfatizou a necessidade de estimular, fazer crescer o segmento, a partir da recuperação do solo para o plantio, por exemplo, do tomate. Ao final da programação a Apla e o Crea-PR entregaram aos participantes o Certificado de conclusão do curso de Produção Orgânica.

Botão Voltar ao topo