Paraná

Governador entrega condomínio residencial para 103 famílias em Loanda

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta terça-feira (23), em Loanda, no Noroeste do Paraná, o Residencial Esplanada, que conta com 103 moradias, sendo que 102 delas foram subsidiadas pelo programa Casa Fácil Paraná
Foto: Valdelino Pontes/SECID

AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior entregou nesta terça-feira (23), em Loanda, no Noroeste do Paraná, o Residencial Esplanada, viabilizado pela Casacchi Construções e Empreendimentos, que conta com 103 moradias, sendo que 102 delas foram subsidiadas pelo programa Casa Fácil Paraná. O Governo do Estado destinou R$ 1,5 milhão para pagar um valor de entrada de R$ 15 mil a essas famílias, facilitando o acesso ao financiamento da casa própria. Na solenidade, Ratinho Junior também recebeu o título de Cidadão Honorário de Loanda.

O governador destacou que o Casa Fácil é o maior programa habitacional do Brasil, atendendo mais de 30 mil pessoas na primeira fase, com a previsão de construir mais 40 mil moradias na segunda etapa, que inicia neste ano. “Essas 102 famílias aqui de Loanda, que agora têm um imóvel para chamar de seu e para deixar para os seus filhos, são o exemplo do sucesso desse programa”, afirmou.

“Mais de 500 casas serão entregues aqui em Loanda, fruto de uma necessidade que o programa Casa Fácil identificou, que era pagar o valor de entrada para que as famílias pudessem ter acesso à casa própria”, salientou Ratinho Junior. “É uma cidade que vem crescendo muito, que é polo para essa parte da região Noroeste. E esse crescimento tem que ser acompanhado com a prestação de serviços do Estado, incluindo a área de habitação”.

Segundo o presidente da Cohapar, Jorge Lange, uma segunda etapa do Residencial Esplanada está em construção, totalizando 234 unidades. Além disso, a cidade está sendo contemplada com outros projetos habitacionais do Governo do Estado. “O município tem sido muito parceiro, temos ainda muitos terrenos para expandir as moradias e já temos cerca de 570 unidades sendo construídas ou já contratadas, e nos próximos 30 dias teremos a abertura da licitação de um condomínio do idoso para Loanda”, explicou.

O prefeito José Maria Fernandes disse que muitas pessoas que trabalham em Loanda precisam morar em outras cidades, e que os projetos em parceria com o Governo do Estado vão ajudar essas pessoas a ficarem mais próximas de seus empregos.

“Temos muitas moradias sendo construídas e a possibilidade de expandir, com vários terrenos com capacidade para fazer 1,7 mil casas, tanto neste local que inauguramos hoje, que já está ganhando novas moradias, além de outros projetos no município”, ressaltou. “Temos funcionários públicos e das empresas de Loanda que moram em outras cidades, porque não acham casas para morar ou alugar aqui, e isso logo deve mudar”

SUBSÍDIO – O subsídio do governo estadual é destinado a famílias com renda de até três salários mínimos. Além do custeio do valor de entrada, os compradores também receberam descontos do programa Minha Casa Minha Vida e podem usar o saldo do FGTS para abatimento do valor financiado.

Entre os novos moradores está família de Rildo Bezerra, de 35 anos, que trabalha em uma fazenda na região. Ele finalmente conquistou a casa própria, onde vai viver com a esposa, Vanessa, e com o filho Bryan, que completará um aninho já na casa nova. “A gente luta e trabalha a vida toda para conquistar um lugar como esse”, contou.

“Deu certo, a gente se enquadrou e agora é só se mudar e ser feliz”, destacou. “É o sonho da gente ter uma casinha, quem não sonha com isso? E esse projeto foi muito bom. A gente morava com minha mãe e vinha lutando, então esse dinheiro para pagar a entrada ajudo bastante a realizar esse sonho”.

A metalúrgica Ariellen Campos, de 27 anos, está grávida de quatro meses e já na expectativa de construir o quarto do filho na casa nova. “Meu marido e eu estamos há dois anos tentando conquistar a casa própria. Fomos atrás de financiamento particular, mas tinha que dar R$ 30 mil, R$ 40 mil, para a entrada, e não tínhamos esse dinheiro”, afirmou. “Veio a oportunidade com o Casa Fácil e agora, depois de muita ansiedade, estamos pegando a chave da nossa moradia”.

As casas têm 45 metros quadrados de área, com dois dormitórios, banheiro, sala e cozinha conjugadas, além de área de serviço externa. O condomínio recebeu investimento de R$ 13,9 milhões, com financiamento feito pela Caixa Econômica Federal.

VALOR DE ENTRADA – Em sua primeira etapa, o Casa Fácil Paraná facilitou o acesso à moradia própria para 32 mil famílias paranaenses, com investimentos que somaram R$ 480 milhões em subsídios, entre 2021 e 2023. A nova fase do programa, anunciada no ano passado por Ratinho Junior, prevê um investimento adicional de R$ 800 milhões do Governo do Estado para o atendimento de mais 40 mil famílias.

Para isso, houve um aumento de R$ 15 mil para R$ 20 mil no subsídio por família e a ampliação do público-alvo para aqueles com renda mensal familiar de até quatro salários mínimos. Os interessados podem consultar a lista de empreendimentos disponíveis em cada município e iniciar o processo para receber o benefício no site da Cohapar

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!