Política

Deputados acionam ANTT contra desativação de linha férrea entre Londrina e Ourinhos

Foto:Arte: Vinícius Leme

Da Redação

Os deputados Luiz Cláudio Romanelli (PSD) e Tercílio Turini (PSD) protocolaram na quarta-feira, 17, um requerimento na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) questionando a desativação da linha férrea de 217 quilômetros entre Londrina e Ourinhos (SP). A concessionária Rumo, responsável pela operação, alega falta de demanda comercial.

Romanelli afirmou que a decisão é um “absurdo” e um “verdadeiro retrocesso”. Ele destacou que a ferrovia São Paulo-Paraná tem quase um século de história e é um importante canal de transporte de cargas, como combustíveis, fertilizantes e grãos.

“O transporte ferroviário é o segundo modal mais barato do mundo e o menos poluente. Além disso, a paralisação do trem carece de visão estratégica em relação à economia verde, a que mais cresce no mundo”, disse o deputado.

Romanelli e Turini também enviaram ofícios à direção da Rumo, ao Ministério dos Transportes e ao Tribunal de Contas da União (TCU) questionando a suspensão da operação.

O sindicato dos ferroviários afirma que a concessionária vem desativando trechos produtivos de diversas regiões do país, sucateando o modal e promovendo o comércio clandestino de trilhos.

A decisão da concessionária atenta ainda ao Novo PAC, programa de obras do governo federal, que prevê investimento previsto de R$ 94,2 bilhões até 2026 em ferrovias.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!