Agronegócios

Crédito rural cresce 16% no primeiro semestre do Plano Safra 2023/2024

Da Redação com Mapa

No primeiro semestre do Plano Safra 2023/2024, o crédito rural para agricultura familiar e empresarial atingiu R$ 249 bilhões, indicando um aumento de 16% em relação à safra anterior. Os financiamentos de custeio totalizaram R$ 142 bilhões, enquanto as linhas de investimento alcançaram R$ 55 bilhões. Operações de comercialização e industrialização somaram R$ 29 bilhões e R$ 22 bilhões, respectivamente.

A Secretaria de Política Agrícola registrou 1.214.849 contratos em seis meses, com 895.682 no Pronaf e 128.028 no Pronamp. Outros produtores formalizaram 191.139 contratos, totalizando R$ 178,6 bilhões em financiamentos. O Pronaf e Pronamp receberam R$ 35,4 bilhões, representando 57% do total planejado para a safra de R$ 435,8 bilhões.

A agricultura empresarial teve um aumento de 19%, atingindo R$ 214 bilhões em crédito rural, correspondendo a 59% do total programado de R$ 364,2 bilhões. Recursos livres equalizáveis aumentaram 372%, alcançando R$ 12 bilhões. A LCA Livre contribuiu com 48% do total na agricultura empresarial, atingindo R$ 102,6 bilhões, um aumento de 119% em relação à safra anterior.

Em investimentos agropecuários, o ModerAgrocontratou R$ 1,6 bilhão, aumentando 27%, e os financiamentos para o Pronamp chegaram a R$ 3,5 bilhões, um aumento de 90%. Os dados são provisórios e foram extraídos em 8 de janeiro do Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro, podendo variar nos trinta dias seguintes.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!