Destaques

A melhor política social que existe é o emprego, sustenta Romanelli

Assessoria

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) abriu nesta segunda-feira, 12, a sessão solene da Assembleia Legislativa em homenagem aos 55 anos do CIEE/PR (Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná), destacando o papel da entidade na formação e encaminhamento de jovens para o mercado de trabalho.

“Todos sabemos que a melhor política social que existe é o emprego”, afirmou o deputado. “O que o CIEE tem feito ao longo destes anos é fundamental para que o jovem possa acessar uma vaga de trabalho num mercado cada vez mais competitivo. A aprendizagem é um passo fundamental na abertura do primeiro emprego”.

Romanelli pontuou que quando foi secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária (2011-2014) contou com grande apoio do CIEE na implantação de políticas públicas de capacitação e qualificação profissional. “Sempre pude contar com a parceria do CIEE na implementação de ações com foco no ensino técnico profissional”, disse.

O deputado ressaltou ainda que o sistema brasileiro de aprendizagem precisa ser preservado. Ele lembrou que neste ano uma proposta para alterar esta política (MP-1116) foi derrubada pela grande mobilização em defesa da estrutura existente. “A reação foi ampla, com o protagonismo do CIEE nacional. Este é um tema que precisa ser debatido com profundidade a partir do Estatuto do Aprendiz”, entende Romanelli.

Menção Honrosa – Na sessão solene, os deputados estaduais entregaram uma Menção Honrosa ao CIEE pelo histórico de trabalho. Em seu discurso, Romanelli destacou importantes personalidades que ajudaram a consolidar a organização, como os ex-governadores Ney Braga, Pedro Viriato Parigot de Souza e Jayme Canet Júnior.

O atual presidente do CIEE-PR, Antoninho Caron, falou em nome da instituição, observando que o centro foi criado por um grupo de professores e empresários que vislumbravam, no final da década de 1960, a necessidade de estimular e apoiar o jovem estudante na inserção ao mercado de trabalho.

“Ao longo da nossa história já atendemos a mais de 1,6 milhão de pessoas no Paraná, seja em programas de estágio, seja como iniciativas com menores aprendizes, seja em cursos livres”, afirmou Caron. Segundo ele, o propósito do CIEE é preparar o jovem para ser um bom profissional e encorajá-lo a disputar uma vaga de trabalho.

“Muitos aprendizes que passaram pelo CIEE se tornaram grandes executivos ou proprietários de empresas. Treinamos todos os jovens para que sejam elementos contributivos para a sociedade”, salientou Caron. Hoje, de acordo com o dirigente, a organização mantém 39 unidades operacionais em todas as regiões do Paraná.

Caron afirmou que atualmente o CIEE mantém 29 mil estágios e seis mil menores aprendizes ativos. Além disso, desenvolve um programa de cursos livres de qualificação e promove uma iniciativa chamada Famílias em Ação, que contribui para tornar mais harmônica a vivência em sociedade.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Uia!!!